Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

11/04/2013 10:16

MP pede mais nove vagas e férias do judiciário poderão ser ampliadas

Portal ALMS

Propostas encaminhadas pelo MPE estão sendo analisadas pelos parlamentares. Nesta terça-feira (9/4), foram encaminhados dois projetos de lei complementar pelo MPE (Ministério Público Estadual) à Mesa Diretora da Casa de Leis. Ambos alteram anexos da Lei Complementar 72, de 18 de janeiro de 1994, que institui a Lei Orgânica da entidade.

As duas propostas foram encaminhadas pelo procurador-geral de Justiça Humberto de Matos Brittes. Uma delas, já aprovada pelo governador André Puccinelli, determina a criação de nove cargos de promotor de Justiça de Entrância Especial, símbolo MP-24.

Antes de 2010, havia 71 cargos neste símbolo. Com a Lei Complementar 152, de 16 de dezembro de 2010, o número subiu para 76 e hoje, são 81 promotores de Justiça de Entrância Especial. É que a Lei Complementar 153, de 6 de julho de 2011, garantiu a criação de mais cinco cargos. Caso a nova proposta seja aprovada, serão 90 promotores de Justiça.

Férias - Já o Projeto de Lei Complementar 003/13 trata sobre férias na Justiça do Estado de Mato Grosso do Sul. A lei original determina que é considerado como período de férias compensatórias o recesso forense compreendido entre 22 a 31 de dezembro de cada ano. A nova proposta estipula que esse período será de 20 de dezembro a 6 de janeiro, estabelecidos os domingos, dias de festa nacional e ainda os que forem especialmente decretados.

Na seção que trata das férias o MPE também acrescenta que ao membro do ministério que permanecer de plantão no novo período serão concedidas férias compensatórias correspondentes aos dias trabalhados.

O novo projeto ainda prevê que em vez de um terço, os membros do Ministério Público Estadual terão direito a receber acréscimo de dois terços ao adiantamento da remuneração integral correspondente ao período de férias, paga 48 horas antes de seu início.

As despesas decorrentes das duas propostas correrão, segundo o MPE, por conta de dotação orçamentária própria, suplementadas, se necessário.

 

Por João Humberto

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)