Cassilândia, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

30/08/2007 19:27

MP denuncia presidente da Câmara de Miranda e mais oito

Gylson Ferreira/Campo Grande News

O Ministério Público Estadual ofereceu ontem denúncia contra nove pessoas pelos crimes de quadrilha, concussão, peculato, corte ilegal de madeira de lei e posse de arma de fogo. Entre os denunciados está o presidente da Câmara Municipal de Miranda, o vereador João Vieira da Silva (PT), preso temporariamente desde quinta-feira da semana passada.

De acordo com o MPE o grupo é especializado na extração ilegal de madeira no Assentamento Bandeirantes e utiliza-se de funcionários e maquinários pertencentes à Administração Pública Municipal para a prática dos crimes.

Em nota, o Ministério Público afirma que João Silva é proprietário de um lote no assentamento e que ele teria se associado a seus irmãos (indentificados como Antônio Vieira e José Vieira) e a alguns assentados, também proprietários de lotes, para "de forma contínua e reiterada", extrair, transportar, utilizar em benefício próprio e comercializar, "tudo sem autorização do órgão ambiental competente, madeira de lei, tais como angico, ipê, peroba e aroeira, sendo esta última, espécime ameaçada de extinção".

Secretário - Ainda conforme o MPE, José Vieira - que é secretário de Agricultura - aproveitou que o maquinário e o pessoal da referida pasta estavam realizando serviços de gradagem nos lotes do Assentamento Bandeirantes e determinou que toda a estrutura fosse desviada em benefício dele e de seus irmãos.

O Ministério Público afirma, por fim, que os irmãos Vieira eram auxiliados por um policial militar - o sargento Joceni -, "encarregado de dar destino (negociava e/ou intermediava) a grande parte da madeira ilegal, o que fazia aproveitando-se da condição de sargento da Polícia Militar para coibir fiscalizações ambientais".

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)