Cassilândia, Sexta-feira, 04 de Dezembro de 2020

Últimas Notícias

29/06/2020 07:40

Mortes por coronavírus em MS aumentam 500% em junho

Covid-19 matou 11 pessoas no Estado em todo o mês de maio; só neste mês, já houve 55 óbitos pela doença, que tem taxa de letalidade de aproximadamente 1%

Midiamax
Mortes por coronavírus em MS aumentam 500% em junho

A confirmação de mais 3 mortes por coronavírus na tarde deste domingo (28) pela SES (Secretaria de Estado de Saúde) consolidou uma previsão feita horas antes, pela manhã, anunciada pelo titular da pasta, Geraldo Resende: Mato Grosso do Sul fecharia junho com cerca de 5 vezes mais mortes pela Covid-19 em relação a maio, dentro de um cenário onde há subnotificações.

Com os novos dados, que elevaram o número de mortos pela doença no Estado para 75, o total de óbitos neste mês chegou a 55, o equivalente a uma alta de 500% sobre os 11 registrados em maio, ou seja: 5 vezes mais. Houve também uma morte em março e 8 óbitos em abril.

O volume de óbitos é resultado do avanço da doença, que já chegou a praticamente todas as cidades e totalizou, até o momento, 7.527 casos – com 3.926 pacientes recuperados e 3.357 casos ativos, além de 174 internados e do total de mortes. A taxa de letalidade é de cerca de 1% dos casos.

 

Ao manifestar os pêsames às famílias que perderam parentes para a Covid-19, pela manhã, Geraldo Resende salientava o acréscimo de 4 mortes ao boletim de domingo – horas depois, a SES confirmou mais 3 óbitos, a serem integradas nos dados oficiais na segunda-feira (29) – e o fato de a Covid-19 continuar a avançar no Estado.

“Em maio tivemos 11 mortes. E até o dia de hoje houve 62 em junho. E ainda temos mais 2 dias nesse mês. Certamente, teremos mais de 5 vezes as mortes em relação ao mês anterior”, destacou o secretário, reforçando ainda haver “um percentual bastante significativo” de pessoas que se recuperou.

Em 24 de junho, o Covid Analytics, modelo de previsão elaborado por um grupo de professores da PUC-RJ, havia estimado que o número total de óbitos no Estado poderia ficar entre 61 mortes (número mais otimista) até 30 de junho, ou atingir 105 até o dia 30.

A média prevista no estudo era de se chegar a 75 óbitos no último dia de junho. O número acabou atingido 2 dias antes do fim do mês. Já o dado mais atualizado, calculado no sábado (27), previa um total de mortes entre 76 e 94 neste mês. Para este domingo, o número estaria entre 72 e 84.

Secretário alerta para aumento da ocupação de leitos hospitalares
O boletim deste domingo da SES também confirmou uma taxa média de ocupação de 60% dos leitos hospitalares no Estado, sendo que os exclusivos para pacientes de coronavírus já estão 40% lotados. “É a taxa global no Estado, mas em alguns municípios já ultrapassa 70%”, disse, ao mais uma vez cobrar responsabilidade da população no enfrentamento à pandemia.

“É uma preocupação a mais e a gente, logicamente com essa preocupação, chama a atenção para o principal responsável pelo aumento de casos e da taxa de ocupação de leitos de UTIe clínicos: o cidadão e a cidadã de Mato Grosso do Sul, a quem imputamos responsabilidade pelo acréscimo significativo de casos no Estado”, disparou Geraldo.

Em sua fala, o secretário afirmou que a população “não quer colaborar”. “É uma desobediência cega. Apesar de estarmos aqui pela 103ª vez [número de lives já realizadas pelo Governo do Estado para divulgar dados do coronavírus], ainda não conseguimos mudar a cabeça das pessoas que acham que esta é uma gripezinha, que os números estão exagerados. Muito pelo contrário”, afirmou.

Secretário admite subnotificação e cobra apoio dos municípios
Geraldo afirma que estudos em poder da SES apontam que há um grande número de casos subnotificados no Estado, envolvendo pessoas que tiveram Covid-19 e não manifestaram sintomas “e, assim, não estão computadas porque não fizeram exames”.

Ele ainda afirmou que, mesmo com o Estado ampliando o total de exames no sistema drive-trhu, outros municípios estariam “deixando de fazer sua parte no combate à Covid-19 e tentando direcionar todos os pacientes que precisam de exames para os drive-thru”. Ele advertiu, porém, que diferentes unidades de Saúde receberam materiais e treinamento de pessoal para a coleta dos exames.

“Gostaria de falar mais uma vez para os secretários municipais de Saúde: vamos pubicizar onde está sendo feita a coleta de exames no Estado, todas as unidades de Saúde”, afirmou o secretário, destacando que o Laboratório Central de Campo Grande realiza cerca de 600 exames diários, mas há 3.909 casos que ainda aguardam encerramento dos municípios –sendo 1.594 em Dourados, 819 em Campo Grande, 231 em Rio Brilhante, 64 em Mundo Novo e 291 em Três Lagoas, entre outros.

Por fim, o secretário ainda pediu que os prefeitos monitorem os casos positivos.

“É uma tarefa que os municípios precisam cumprir e alguns estão fraquejando”, afirmou. “Só assim vamos fazer que não haja expansão da doença”.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 04 de Dezembro de 2020
11:00
Doutor Responde
Quinta, 03 de Dezembro de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)