Cassilândia, Sábado, 26 de Maio de 2018

Últimas Notícias

11/11/2008 13:01

Mochi prefere adiar discussão de novos critérios do ICMS

Ângela Kempfer e Paulo Fernandes

O deputado estadual Júnior Mochi (PMDB) desistiu da inserção na pauta de votação de hoje o Projeto de Lei Complementar 003/07, que prevê novos critérios de distribuição do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços).

Na avaliação de Mochi, a aprovação seria difícil agora. “Alguns deputados não mostraram convicção de que vão votar a favor da lei”, justifica. Nas contas dele, entre 12 e 13 colegas estariam dispostos a aprovar os novos critérios. “Mas tenho algumas dúvidas”, comenta, lembrando que são necessários 13 votos para a mudança.

O peemedebista resolveu continuar com a estratégia de mobilizar os prefeitos, atuais e eleitos, pela alteração nas regras. “Vou fazer mais reuniões”. Mochi espera que a proposta entre em pauta até o final de novembro.
Polêmica - O projeto que prevê novos critérios de distribuição proporcional do ICMS aos 78 municípios do Estado foi engavetado no fim do ano passado pela Mesa Diretora da Casa.

É que os deputados que representam Campo Grande concordaram, de última hora, com a tese defendida pela Câmara de Vereadores e pelo prefeito Nelsinho Trad (PMDB) que, caso a matéria fosse aprovada pelo plenário em segunda votação, haveria um prejuízo de cerca de R$ 300 mil mensais para a prefeitura da Capital, o que daria mais de R$ 3 milhões por ano.

A proposta também não teve apoio integral da base aliada do governo na Assembléia.

Mochi então apresentou no dia 7 de maio deste ano uma emenda substitutiva ao projeto, estabelecendo novos critérios da cota de 25% da distribuição que passarão a ser os seguintes: 10% cota igualitária (antes era 6,16%), 5% número de eleitores (4,4%), 4% extensão territorial (4,4%), 4% para ICMS Ecológico (4,4%) e 2% receita própria (contra 2,64%).
A principal mudança na proposta original é a exclusão do FRES (Fundo de reequilíbrio Econômico e Social).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 26 de Maio de 2018
Sexta, 25 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Quinta, 24 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)