Cassilândia, Sábado, 27 de Maio de 2017

Últimas Notícias

27/02/2004 07:54

Ministério vai contratar 600 funcionários

O secretário de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Maçao Tadano, anunciou ontem a contratação de 450 técnicos de nível médio e 150 fiscais federais agropecuários para reforçar o controle sanitário e impedir o ingresso no país da influenza aviária, a chamada “gripe do frango”.

Segundo Tadano, o governo federal está comprometido a liberar R$ 68 milhões para defesa sanitária neste ano. “Essa ação é muito importante, já que o Brasil, em 2003, superou os Estados Unidos no ranking da exportação de carne de frango, chegando ao primeiro lugar”, diz. Para 2004, as perspectivas para o Brasil são ainda melhores, já que há 14 países com exportações suspensas devido à incidência da doença em seus plantéis.

Além dos dez países asiáticos (Indonésia, Paquistão, China, Coréia do Sul, Vietnã, Taiwan, Laos, Camboja, Japão e Tailândia), a influenza aviária atingiu também Estados Unidos, Canadá, Bélgica e Holanda. “É um fato que mudará radicalmente o comércio mundial de carne de aves em 2004. Exportamos para 111 países em 2003, faturando mais de US$ 1,8 bilhão, e devemos elevar as vendas em pelo menos 10% neste ano”, afirma. Em janeiro último, Tadano visitou, em missão comercial, Japão, Coréia do Sul e Taiwan com o objetivo de negociar a ampliação de mercados para o frango brasileiro.

O secretário faz também um balanço das medidas que têm sido adotadas para evitar a entrada da doença no Brasil. Entre elas, estão a restrição do ingresso de material genético avícola aos aeroportos de Cumbica (São Paulo) e Viracopos (Campinas) e nos postos de fronteira com os países do Mercosul; a implantação de detectores de matéria orgânica para controlar bagagens e passageiros; o credenciamento de laboratórios para diagnósticos sorológicos; a implementação do cadastro nacional informatizado de granjas avícolas; e a elaboração de normas técnicas para registro e produção de aves de corte e postura.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 27 de Maio de 2017
10:00
Receita do Dia
Sexta, 26 de Maio de 2017
10:01
Cassilândia
10:00
Receita do Dia
Quinta, 25 de Maio de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)