Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

19/12/2004 09:25

Meta do governo para 2 anos é construir 16 mil casas

Fernanda Mathias e Marta Ferreira / Campo Grande News

A meta do governo de Mato Grosso do Sul para o ano de 2005 é de construir oito mil casas populares e outras oito mil em 2006, segundo informou esta manhã o governador Zeca do PT. Ele diz que a reserva de recursos do FIS (Fundo de Investimento Social) para o próximo ano é de R$ 25 milhões a R$ 30 milhões para o setor habitacional.
Ainda de acordo com ele, as obras também contarão com apoio da Caixa Econômica Federal e das prefeituras. Zeca destacou a importância do PAR (Programa de Arrendamento Residencial) e PSH (Programa de Subsídio Habitacional) para sanar o déficit habitacional.
A previsão foi dada durante entrega de 67 casas populares no bairro São Conrado em Campo Grande, ontem pela manhã, com a presença do ministro Olívio Dutra.
De acordo com os dados divulgados, em dois anos, o governo federal repassou a Mato Grosso do Sul R$ 102 milhões em recursoas para a habitação. Desse total, R$ 36 milhões para Campo Grande. Foram ao menos 13 mil moradias foram edificadas, segundo os números apresentados pelas autoridades.
Com esse reforço do dinheiro federal, o governo contabiliza uma redução na carência de moradias para famílias de baixa renda. Quando o governador Zeca do PT assumiu, em 1999, o déficit de imóveis era estimado em 77 mil unidades. Desde então o governo promoveu a edificação de 26 mil habitações, com recursos próprios e também dinheiro da União.
O diretor-presidente da Agehab (Agência Popular de Habitação), Amarildo Valdo da Cruz, afirma que somando todas as obras estará reduzido 60% do déficit em relação à primeira gestão. Porém, admite, é difícil acompanhar a demanda, que tem crescimento vegetativo, acompanhando o populacional.
Na avaliação do ministro Olívio Dutra, para alcançar as metas é preciso manter o "enlace" entre as esferas. O ministro ressaltou esta manhã que é preciso haver parcerias entre a União, os governos estaduais e os municípios para garantir moradia às famílias que ganham menos de cinco salários mínimos.
Dutra lembrou que isso sinfica construir as casas mas também garantir infra-estrutura de saneamento, para garantir "moradia digna". Para o próximo ano, de acordo com o ministro, o orçamento prevê até R$ 15 bilhões para atingir a meta.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)