Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

19/03/2006 19:40

Meninas se prostituem por R$ 1,99 no Paraná

Dourados News

Reportagem do jornal O Globo mostra que o município de Paranaguá (PR) possui locais onde meninas de 11 e 12 anos se prostituem por R$ 1,99. A cidade abriga um dos maiores portos do País. "Na verdade, há meninas aqui que, por causa do crack, fazem sexo por qualquer dinheiro, R$ 2, R$ 3", diz J., 17 anos.

Só nos primeiros 74 dias de 2006, o programa social Sentinela registrou 23 casos de exploração sexual comercial infanto-juvenil. Ou seja, média de um caso a cada três dias para um município de 140 mil habitantes e com Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) acima da Região Sul, diz o jornal carioca. Um posto de combustíveis no entroncamento da BR-277 com a estrada que leva ao pátio de descarga do porto é o principal ponto de exploração sexual na cidade.

Considerado modelo em Paranaguá, o projeto Sentinela sobrevive com apenas R$ 13 mil mensais enviados pelo governo federal e uma contrapartida de 25% da prefeitura, informa a reportagem. Para a psicóloga do programa, Gabriela Borba, a exploração sexual de meninas e jovens é encarada com normalidade. "Aqui é uma questão quase cultural porque já vem de várias gerações", diz Gabriela.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)