Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

12/01/2009 10:22

Manoel Afonso - Vereadores: só pensando "naquilo" ?

Manoel Afonso

É mais fácil o sargento Garcia prender o Zorro do que a vereança brasileira mudar de postura. Lendo na internet os jornais de cidades das mais diferentes regiões, deparamos frequentemente com notícias desalentadoras envolvendo integrantes do poder legislativo municipal.
Galhofas, demagogia, falta de bom senso, de ética, de preparo e até suspeitas ou acusações de conduta ilícita compõem um quadro que já se tornou banal, numa adoção explícita da filosofia do “vale tudo”. A cada eleição, as esperanças de mudança para melhor se renovam, mas logo a opinião pública percebe de que só os “atores” mudaram, pois o “roteiro do filme” é exatamente o mesmo do anterior.
Cada leitor, das dezenas de cidades onde esse texto é publicado ou circula, já deve ter subsídios consideráveis para avaliar o nível da Câmara e antever o futuro nos próximos quatro anos. Em alguns casos, onde já ocorreram sessões extraordinárias convocadas pelo Executivo, ficou visível a preocupação maior dos vereadores com o subsídio extra (garantido por lei) do que com a análise mais apurada da matéria em pauta.
O leitor deve estar se perguntando: será que escolhi pelo menos o melhor intencionado? No interior, onde a palavra segredo não existe, a opinião pública vai monitorando seus novos vereadores e na maioria dos casos já percebe mudanças de conduta e de prioridade deles. Afinal, sair do anonimato para a notoriedade exige uma série de predicados.
Mas é incrível como os novos “legisladores” se parecem com os recrutas do exercito: aprenderão algumas regras rapidamente. Entre elas, os artifícios para engordar seus vencimentos com o reembolso de diárias, participando de “missões oficiais” na capital, em Brasília, ou para representar o município nos famosos congressos de vereança que acontecem sempre nas cidades turísticas.
Vale dizer que , que tem sido comum a visita dos vereadores à Assembléia Legislativa do nosso Estado, onde assistem as sessões por alguns minutos ou visitam um gabinete de deputado, colhendo um comprovante que será usando no processo administrativo do reembolso. Isso sem contar o truque das notas fiscais emitidas de favor pelos hotéis com valores de gastos majorados.
Exceções? Existem é lógico. Mas esses poucos abnegados são impotentes diante da maioria preocupada apenas com a própria situação. Como diz a irônica letra do hino: “brava gente brasileira...”

Manoel Afonso
Comentarista da TV.Record-MS
mcritica@terra.com.br

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)