Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

24/09/2007 14:21

Manoel Afonso: Qual é mesmo o discurso do seu partido?

Manoel Afonso


Aposto que é o discurso do desenvolvimento mesclado com a melhor distribuição de renda. Aliás, os partidos políticos brasileiros parecem japoneses, com variação apenas na altura e peso.
E é fácil essa nova realidade partidária! Antes do fim da bipolarização entre o comunismo e o capitalismo, algumas agremiações tinham algum tipo de conteúdo ideológico. Os chamados esquerdistas defendiam o proletariado e um papel impoluto, centralizador do Estado como um todo. Claro que existiam as variações ideológicas: alguns mais voltados à União Soviética e outros à China (vermelha de Mao).
Aqui o PT era o principal porta bandeira desta mensagem, o que, aliás, levou Lula ao Planalto por duas vezes. Na outra ponta os partidos conservadores , com o discurso do desenvolvimento e respeito à iniciativa privada. Outra variação no quadro: os socialistas comandados por FHC que pregava a modernização da economia face ao fenômeno da globalização.
Mas a realidade econômica mundial calou muita gente e mudou a ótica do poder: o império da União Soviética desmoronou, o Muro de Berlim foi derrubado e a China aderiu à economia de mercado. Por conseqüência no Brasil as mudanças ocorreram no cenário político e a esquerda esqueceu seu discurso utópico e aderiu ao pragmatismo que se exige para o momento atual.
Se você ouvir Lula, Serra, Aécio, Pedro Simon, Arthur Virgílio, Delfin Neto e Guido Mantega, não notará grandes diferenças nas linhas mestras da visão que têm na condução da economia do país. Conclusão: se todos os discursos são mais ou menos homogênos, o diferencial poderá ser creditado para a figura do candidatura (se tem ou não apelo popular) ou para a estrutura partidária. Mas é bom lembrar: no Brasil vota-se no candidato. Partido é mero detalhe.
Para arrematar: se a economia vai bem, seria considerado louco ou burro o candidato que pregasse mudanças radicais. Daí que todos os políticos e discursos viraram japoneses. E você aí: acha o discurso de seu candidato muito diferente dos demais?


Manoel Afonso
(comentarista da TV.Record-MS)



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
09:09
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)