Cassilândia, Sexta-feira, 24 de Fevereiro de 2017

Últimas Notícias

28/04/2008 08:01

Manoel Afonso: "Pensando bem - aposentadoria é fria”

Manoel Afonso


É de dar inveja: aos 81 anos de idade Gervásio Batista continua na ativa como fotógrafo oficial da Radiobras e do STF, após cobrir 7 Copas, a Guerra do Vietnã, Revolução Cubana e a derrubada de Perón. O seu argumento: “ainda não fiz a minha grande foto”. Claro que nem todos chegarão onde ele chegou – com a mesma saúde e principalmente com tamanha motivação, usando inclusive terno e gravata no dia a dia.
É de se preocupar: encontrei na Assembléia Legislativa, semana passada, um amigo no terceiro mês de aposentadoria. Com menos de 60 anos estava vestido esportivamente,, barba por fazer e bronzeado. Disse-me que estava curtindo a nova fase, tinha viajado muito e visitara parentes que não via há muito tempo. Mas no final do rápido papo admitiu estar preocupado com o futuro, pois já fora prevenido de que irá sentir falta de cumprir a antiga rotina dos tempos de ativa.
Vejam que são dois casos distintos que caem como luvas em nosso texto. No primeiro o personagem mostra a busca incessante pelo aprimoramento da arte de fotografar, mesmo não precisando mais dos rendimentos financeiros para a sua sobrevivência. É o fazer por prazer, paixão, por gostar mesmo do que faz. A tal “busca da grande foto” não passa de uma gloriosa desculpa para se sentir útil e continuar no meio social a que pertence. São dois empregos em horários distintos e cada qual com suas peculiaridades. Imagino o prazer que o nosso Gervásio tem em contar suas aventuras e experiência de vida nos eventos que cobriu. Claro que daria material para um bom livro de memórias.
No segundo o personagem – apesar de ainda novo e em excelente forma física, entendeu talvez que já tivesse cumprido sua missão laborial e que teria direito ao descanso. É possível até que venha a ter mais sucesso em outra atividade, se realizando mais pessoalmente inclusive, mas isso normalmente é difícil de ocorrer. Só o fato de não estar atrelado ao cumprimento de uma jornada diária de trabalho, acabará aos poucos refletindo no seu psicológico. Não se pode ignorar que o trabalho é a melhor fonte de relações humanas. Através dele fazemos amizades e construímos nosso mundo social por toda a vida. Fora dele virá a marginalização social gradativamente.
Tenho ouvido reclamações de aposentados dos mais diferentes níveis sociais. Claro que o choro pela falta de dinheiro existe em alguns casos. Mas em todos eles, a reclamação maior versa sobre o preconceito social e familiar. Eles se sentem marginalizados no meio produtivo, não recebem visitas; as correspondências e os convites rareiam. Dizem que o grande sonho da aposentadoria acabou se transformando em pesadelo e que até se arrependem de terem requerido os benefícios da aposentadoria. Fazer o que?
É preciso respeitar cada caso, claro! Mas a intenção nossa é mostrar vários aspectos que envolvem o problema e proporcionar subsídios para uma reflexão. Cá entre nós: aposentadoria amarga não! Ela só vale sem mágoas e com boas histórias para contar como tem nosso personagem Gervásio.

Manoel Afonso
(comentarista da TV. Record-MS)
mcritica@terra.com.br

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 23 de Fevereiro de 2017
Quarta, 22 de Fevereiro de 2017
13:30
Cassilândia
10:00
Receita do dia
Terça, 21 de Fevereiro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)