Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

22/09/2008 14:59

Manoel Afonso - Passado: o fantasma dos candidatos

Manoel Afonso

Reta final: aí que o “pau canta”, vale tudo! O manual da ética é jogado no lixo para se tentar ganhar as eleições. Uma das ações mais usuais é a investigação e uso de informações do passado de candidato envolvendo seu comportamento pessoal, familiar, profissional e político.
Se a denúncia envolver fato grave o acusado ficará no canto do rinque para dar explicações e com isso corre risco de perder tempo, mudar seu discurso e até perder as eleições. Mas se tudo for armação, como os famosos dossiês, ele pode dar volta por cima e os acusadores sofrerão o efeito bumerangue. De culpado o candidato vira vítima.
Alguns exemplos nacionais foram marcantes nas últimas eleições presidenciais. Quem não se lembra daquela montanha de dinheiro que invadiu o noticiário da televisão e que acabou com a candidatura de Roseane Sarney? Disseram depois que tudo não tinha passado de armação de José Serra, mas nada foi provado contra ele. Nesses casos, não adianta discutir quem fez, pois os estragos não irreparáveis. As chances de vitória já foram para o beleléu.
Outro caso bem montado foi a confissão da ex-namorada de Lula, Miriam Cordeiro, segundo a qual ele a teria induzido a praticar aborto. O fato caiu como uma bomba no colo do atual presidente que perdeu aquelas eleições de 1989 para Collor. Lula mascou o freio, gaguejou e suas expressões faciais foram vistas pelo telespectador como uma confissão.
Com tantas fontes de informação ficou muito fácil vasculhar a vida dos candidatos. As denúncias anônimas se multiplicaram e as versões sobre esse ou aquele episódio ficam à mercê das conveniências. Em política o que vale não é o fato, mas sim a versão do fato junto à opinião pública.
Na última eleição Alckmin ficou na parede e demorou em se livrar da acusação de que o PSDB conduzira de afogadilho o processo das privatizações no Governo de Fernando Henrique. Era uma colocação banal de Lula que o candidato tucano deveria ter simplesmente ignorado. Mas vacilou feio, perdeu tempo nas explicações, enrolou-se todo e seu discurso perdeu o rumo.
Em todo país nestes últimos dias de campanha veremos um festival de acusações, onde principalmente os que estão em desvantagem nas pesquisas lançarão mão desta artimanha. Alguns terão sorte por uma série de circunstâncias, mas outros acabarão vendo o tiro sair pela culatra.
Mas justiça seja feita: essa tática não é exclusividade brasileira. Tratando-se do jogo pelo poder os países se nivelam e os homens são absolutamente iguais.


Manoel Afonso
mcrtica@terra.com.br
(Comentarista da TV.Record-MS)

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)