Cassilândia, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

15/05/2009 17:06

Mais da metade das federais aderem ao novo Enem em 2009

Amanda Cieglinski , Agência Brasil

Brasília - O Ministério da Educação (MEC) informou hoje (15) que pelo menos 31 das 55 universidades federais vão aderir ao novo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em substituição total ou parcial ao vestibular. O número representa 56% da rede federal de ensino superior.

Os estudantes que quiserem disputar uma vaga em uma dessas instituições deverão participar da edição 2009. As inscrições para o exame estão previstas para começar dia 15 de junho.


O ministério apresentou quatro opções de adesão às instituições. Elas poderão utilizar o Enem como prova única; como uma primeira fase, ficando a segunda à cargo da instituição; combinando a nota do Enem à do vestibular tradicional ou para seleção de estudantes para vagas remanescentes.

Das 30 universidades que optaram pela adesão em 2009, um total de 18 delas vai utilizar o Enem como fase única, seja para um percentual reservado das vagas ou para o total de ingressos. Cinco instituições vão usar a nota como primeira fase. Vinte universidades ainda estão em processo de discussão sobre a mudança.


A Universidade de Brasília (UnB), a Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e a Universidade Federal do Pampa decidiram que vão aderir ao exame para os processos seletivos a partir de 2010.

Segundo o MEC, as quatro novas universidades federais que aguardam aprovação do Congresso Nacional para serem criadas também adotarão o Enem como processo seletivo.

As provas do novo Enem estão marcadas para 3 e 4 de outubro. O exame será composto por uma redação e 200 questões de múltipla escolha de linguagens e códigos, matemática, ciências da natureza e humanas. A matriz da prova já está disponível para consulta no site do MEC.

Veja a lista das universidades que já confirmaram a adesão em 2009:




Universidade Federal de Goiás (UFG) – Já utiliza 20% da nota do Enem na primeira fase do vestibular.

Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT) - Já utiliza 20% da nota do Enem combinada ao resultado do vestibular tradicional.

Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS) - Adota o Enem como primeira fase e para o preenchimento de vagas remanescentes.

Universidade Federal de Grande Dourados (UFGD) - Adota o Enem apenas para o preenchimento de vagas remanescentes.

Universidade Federal do ABC (UFABC) – Adota o Enem como fase única e para o preenchimento de vagas remanescentes.

Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) – Todos os cursos adotam o Enem pelo menos como primeira fase e para o preenchimento de vagas remanescentes.

Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM) – O Enem será utilizado como fase única para preencher 50% das vagas do processo seletivo, além das vagas remanescentes.

Universidade Federal de Viçosa (UFV) – O Enem vai compor 50% da nota do vestibular e será adotado como critério para preencher as vagas remanescentes.

Universidade Federal Fluminense (UFF) – O Enem será utilizado para compor parte da nota da primeira fase. A nota do exame também servirá como bônus de 10% a 15% para a nota da segunda fase de alunos das redes públicas.

Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) – Adota como fase única e para o preenchimento das vagas remanescentes.

Universidade Federal de Alfenas (Unifal) – Adota o Enem como fase única e para preencher vagas remanescentes.

Universidade Federal de Itajubá (Unifei) – Adota o Enem como primeira fase.

Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) – O aluno poderá optar entre usar a nota do Enem na primeira fase ou fazer o vestibular tradicional.

Universidade Federal de Lavras (UFLA) – O Enem será utilizado como fase única.

Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) - Já adota o Enem como 50% da nota da prova de Conhecimentos Gerais da primeira fase.

Universidade Federal de São João Del Rei (UFSJ) – De 10% a 25 % das vagas serão preenchidas pelo Enem, como fase única.

Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) - Adota o Enem como fase única e para preencher vagas remanescentes.

Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) – Adota o Enem como primeira fase.

Universidade Federal do Rio Grande (FURG): O Enem vai compor 50% da nota do vestibular. Também será utilizado para preenchimento de vagas remanescentes.

Universidade Federal de Pelotas (UFPel): Adota o Enem em fase única e para as vagas remanescentes.

Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR): Adota o Enem em fase única.

Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA): Adota o Enem como fase única e para o preenchimento de vagas remanescentes.

Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) : Adota o Enem como fase única e para vagas remanescentes.

Universidade Federal da Bahia (UFBA): Adota como fase única para os cursos da modalidade Bacharelado Interdisciplinar.

Universidade Federal do Maranhão (UFMA): Adota o Enem como fase única e para vagas remanescentes.

Universidade Federal do Piauí (UFPI): Adota como fase única para 50% das vagas e para preencher vagas remanescentes.

Universidade Federal de Pernambuco (UFPE): Adota o Enem como primeira fase.

Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE): Adota o Enem em fase única e para preenchimento de vagas remanescentes.

Universidade Federal da Amazônia (UFAM) – A nota do Enem será usada como fase única para preencher 50% das vagas.

Universidade Federal do Tocantins (UFT) – Um quarto das vagas do processo seletivo e das vagas remanescentes serão preenchidas pelo Enem como fase única.

Universidade Federal Rural do Semi-Árido – (UFERSA): Adota o Enem em fase única e para o preenchimento de vagas remanescentes a partir de 2009.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 11 de Dezembro de 2016
06:04
Fotogaleria
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)