Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

28/09/2005 10:43

Maioria, funcionários do Banco do Brasil vetam greve

Jacqueline Lopes/Campo Grande News

Bancários de todo o País participam hoje de uma paralisação de 24 horas, em protesto a contraproposta apresentada pela Fenaban (Federação Nacional dos Bancos) para o reajuste salarial, negociado em campanha nacional unificada. Em Campo Grande e outras 22 cidades de Mato Grosso do Sul não houve adesão ao protesto e o atendimento bancário será feito normalmente. Isso porque ontem, em assembléia feita no Sindicato dos Bancários de Campo Grande e região, a maioria votou contra a paralisação. “Os funcionários do Banco do Brasil negociam com a executiva da agência e esperam para o dia 29 um acordo na negociação de participação de lucros e resultados”, detalha o presidente da entidade, José Aparecido Clementino Pereira.

Na assembléia, apesar das falas revelarem indignação e revolta, principalmente por parte dos funcionários das instituições privadas, a paralisação foi impedida. “Hoje, a consciência do trabalhador é o bolso”, dispara Pereira, afirmando que a categoria mesmo não aderindo à greve nacional espera êxito nas negociações nas próximas 24 horas.

Já o Sindicato dos Bancários de Dourados e Região votou pela participação na paralisação de hoje e pelo indicativo de greve no próximo dia 6. Em Naviraí, Corumbá e Três Lagoas a paralisação também foi vetada.

Reivindicação - Os banqueiros teriam oferecido, segundo informações da Confederação Nacional dos Bancários, um índice de 4% de aumento, além de abono de R$ 1 mil. As regionais do CNB realizaram, durante toda a semana, reuniões junto a suas bases, para definir o grau de adesão à paralisação de hoje, e iniciar discussões sobre o indicativo de greve nacional, para o dia 6 de outubro.

Segundo a CNB, apenas os sindicatos de Blumenau/SC, Santa Maria/RS, Maranhão e Alagoas não participam da greve de 24 horas. A intenção é de que o serviço volte a normalidade amanhã, voltando a parar – desta vez sem previsão de retorno – no dia 6 de outubro (desde que a proposta da Fenaban não seja melhorada ou não se feche um acordo sobre a questão salarial).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)