Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

25/11/2008 06:06

Lupi diz que Lei do Aprendiz tem que ser flexibilizada

Luana Lourenço/ABr

Brasília - O ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi, afirmou hoje (24) que o governo avalia flexibilizar a Lei do Aprendiz, que regula a entrada de jovens no mercado de trabalho, para que a regra seja efetivamente cumprida pelas empresas. A cota de aprendizes, fixada entre 5% e 15% do total de empregados poderá ser reduzida para um percentual fixo de 5%, de acordo com o ministro.

“A lei já existe. Estamos discutindo como cumprir a lei. E isso inclui flexibilizar e buscar parcerias”, comentou Lupi durante a abertura da 1° Conferência Nacional da Aprendizagem Profissional. O ministro descartou a criação de incentivos fiscais para estimular a contratação de aprendizes.

“Muitos empresários vêem isso como um custo, quando na verdade, deve ser visto como um investimento. Você está preparando jovens para que aprendam uma profissão e cresçam dentro da empresa, que vai a ser a maior beneficiária”, acrescentou.

Um grupo de organizações da sociedade civil já enviou ao governo uma proposta de anteprojeto de lei para incluir no texto para expandir a obrigação de contratação aos órgãos da administração pública e garantir vagas para pessoas com deficiência. A meta é chegar a 800 mil jovens aprendizes até 2010.

O presidente do Banco do Brasil, Antônio Francisco de Lima Neto, que assinou termo de cooperação técnica para contratação de jovens, lembrou o início de sua carreira na instituição aos 14 anos como aprendiz e defendeu esse tipo de contratação.

“Temos vários funcionários que passaram por esses programas e posso dizer que vale a pena investir. Ganham as pessoas [aprendizes], ganham as famílias e ganham as empresas”, avaliou.

Até quarta-feira (26), a conferência deve reunir 600 empresários brasileiros para discutir aperfeiçoamentos e estratégias de implantação da lei.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)