Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

25/01/2005 07:34

Lula autoriza farmácias a fracionar remédios

Paula Menna Barreto/ABr

Comprar a quantidade exata do remédio prescrito pelo médico e economizar de 20% a 30% será possível com o decreto do Presidente Lula, publicado na quinta-feira passada (20), que autoriza farmácias a fracionar medicamentos para o consumidor: se o médico prescrever 12 compridos e só houver caixa com 30, o farmacêutico poderá vender apenas a quantidade receitada.

Um dos critérios para que a farmácia seja autorizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) a fracionar medicamentos é a presença, em tempo integral, de um farmacêutico, exigência atualmente descumprida por alguns estabelecimentos.

Para o ministro interino da Saúde, Antônio Alves, a farmácia é um estabelecimento de saúde e, com essa medida, o consumidor pode receber melhor a assistência farmacêutica, pois "o farmacêutico é um profissional de saúde e pode orientar a população". Alves diz ainda que o fracionamento evita a automedicação, a intoxicação e amplia o acesso aos medicamentos.

Segundo o Ministério da Saúde, os medicamentos fracionados serão vendidos apenas com prescrição médica e o farmacêutico terá que colocar uma etiqueta na embalagem do remédio já fracionado com informações sobre o produto, como o nome do responsável pelo fracionamento.

Ainda para fracionar o medicamento, as características originais do remédio terão que ser garantidas. Com exceção dos remédios líquidos, como os xaropes e os de faixa preta, todos os comprimidos e cápsulas poderão ser fracionados nas farmácias.

O Ministério da Saúde diz que todas as farmácias que farão o fracionamento terão um selo, que poderão perder se deixarem de cumprir as exigências. Segundo o ministro Antônio Alves, a medida deve entrar em vigor a partir da primeira quinzena de março quando a Anvisa regulamentar a autorização. Antes disso, a proposta passará por consulta pública, que começa ainda este mês.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)