Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

25/07/2013 17:25

Língua portuguesa, inculta e bela!

Alcides Silva

Demonstrativos

Desde o início da era Lula é comum ver-se o emprego irregular dos pronomes demonstrativos este, esse, aquele, esta, essa, aquela, isto, isso, aquilo e suas combinações com as preposições de e em. Lula, de poucas letras, os confunde; os que o bajulam, imitam-no, mas tais demonstrativos nada demonstram ou evidenciam.
A grande imprensa, com seu batalhão de profissionais ‘estrela vermelha’, comete o “engano” com muita freqüência. Veja estes exemplos: ao referir-se à economia nacional do exercício em curso, ela nos informa que o “pib de 2013 é inferior ao do ano passado”, ou que a decisão sobre determinado problema será tomada “nessa semana”. Todas essas mensagens são equivocadas pois nos transmitem a idéia de passado àquilo que está por acontecer.
Vamos aprender juntos:
Este, esta e isto são originários do latim hic, hac, hoc. Na Consagração do Pão durante a Missa, o celebrante pronuncia “Isto é o meu corpo”, traduzido do latim “hoc est enim corpus meum” e na Consagração do Vinho, “Este é o cálice do meu sangue, do Eterno e Novo Testamento”, (hic est enim calix sanguinis mei, novi et aeterne testaminti).
Tais demonstrativos designam:
a- o que está com ou perto da pessoa que fala:
Esta é a sua vida – Este é o cálice do meu sangue;
Desta água não beberei – Deste pão eu comerei;
Isto é seu – Isto é meu corpo.
b- o tempo presente com relação à pessoa que fala:
Nesta manhã deverá chover;
Nisto você tem razão.
Esse, essa e isso (do latim ipse – a, - um , com o significado de “próprio”, passou de demonstrativo de identidade a demonstrativo da segunda pessoa). Indicam:
a) o que está perto ou com a pessoa com quem se fala:
Essa camisa lhe fica bem;
Desse mal não morrerei;
Nessa casa vivi alguns anos;
“Isso não se faz, Arnesto..”.
b)- o tempo passado ou futuro com relação à época em que se coloca a pessoa que fala:
Desses anos guardo boas recordações;
Nesse tempo havia empregos;
Era noite, nisso ele chegou esbaforido.
Aquele, aquela e aquilo (do latim eccum + ille = aquele; e eccum + illud = aquilo). Esses pronomes demonstrativos mostram:
a)- o que está afastado tanto da pessoa que fala como da pessoa com quem se fala:
Naquele ano a seca matou muito gado;
“Naquela mesa está faltando ele...”.
Aquilo é coisa do demo...
b- um afastamento no tempo de modo vago, que não se pode precisar, ou uma época remota:
Naquele tempo disse Jesus aos seus discípulos...
Aquele, aquela e aquilo contraem-se com preposição a formando àquele, àquela, àquilo:
Àquele jovem foram dadas todos as oportunidades.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)