Cassilândia, Sábado, 22 de Julho de 2017

Últimas Notícias

04/04/2013 21:33

Liminar anula ofício e suspende cassação da prefeita de Miranda

Zemil Rocha, Campo Grande News

O juiz Amaury da Silva Kuklinski, do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), concedeu liminar nesta tarde à prefeita de Miranda, Juliana Pereira Almeida (PT), para que continue no cargo, anulando o despacho do juiz juiz Marcel Henry Batista de Arruda, da 15ª Zona Eleitoral, que ontem tinha enviado ofício à presidenta da Câmara Municipal, Kátia Rôas (PSB), para que ela assumisse, interinamente, a chefia do Executivo.

“Concedo, pois, a liminar requerida, no sentido de suspender os efeitos da sentença, até a data de publicação do acórdão a ser prolatado no julgamento do recurso respectivo por este Tribunal, ficando sem efeito o ofício expedido pelo MM. Juiz Eleitoral”, diz a decisão recursal do juiz Amaury Kuklinski, relator do processo. O juiz havia oficiado a presidente da Câmara, Kátia Rôas, para assumir a condução da Prefeitura de Miranda.

A decisão sobre a cassação da prefeita Juliana Almeida e do vice-prefeito de Miranda, Sidnei Barbosa de Araújo (PSC), tomada no dia 22 de março, foi publicada no Diário Oficial da Justiça Eleitoral de terça-feira (2) e decorre da acusação de compra de votos na campanha do ano passado. Além da cassação, a decisão os torna inelegíveis por oito anos e os condena a pagar multa de R$ 10 mil.

Representando a prefeita cassada de Miranda e seu vice, o advogado Valeriano Fontoura ingressou ontem com recurso no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) contra a cassação e entrou ação cautelar hoje para anulação do ofício do juiz à presidenta da Câmara. “A decisão do juiz não fez menção a execução imediata da sentença”, argumentou o advogado. “O juiz mandou ofício para a presidente da Câmara assumir até o julgamento do recurso ou até que seja realizada nova eleição. Não deu pra entender”, afirmou ele. Considerou que, como a decisão judicial foi tomada com evidente efeito suspensivo, não caberia oficiar a presidente da Câmara para assumir a Prefeitura.

 

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 21 de Julho de 2017
11:00
Mundo Fitness
10:00
Receita do dia
Quinta, 20 de Julho de 2017
10:07
Cassilândia
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)