Cassilândia, Terça-feira, 22 de Maio de 2018

Últimas Notícias

28/01/2014 19:21

Lewandowski quer saber se há vaga para Valério em presídio de Contagem

Mariana Jungmann, Agência Brasil

 

O presidente em exercício do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski, pediu hoje (28) que o juízo da Vara de Execuções Criminais de Contagem (MG) informe se há vaga na Penitenciária Nelson Hungria. O oficio encaminhado pelo ministro atende a pedido do publicitário Marcos Valério, que pediu para ser transferido para o presídio na região metropolitana de Belo Horizonte.

Marcos Valério está preso atualmente no Complexo Penitenciário da Papuda, no Distrito Federal, onde cumpre a pena por ter sido condenação na Ação Penal 470, o processo do mensalão. Apontado como o operador do esquema de corrupção, o publicitário foi condenado a 37 anos e cinco meses de prisão em regime fechado.

A Procuradoria-Geral da República já havia se manifestado a favor da transferência de Valério para Minas Gerais, onde mora a família dele. No ofício de hoje, Lewandowski não estipula prazo para a resposta sobre a existência de vaga, mas pede que o juízo informe com urgência sobre a disponibilidade para a transferência.

Em outro ofício assinado hoje, o ministro pede que a Procuradoria-Geral da República se manifeste sobre o pedido da defesa de Valério para que os bens dele sejam desbloqueados. Os advogados do publicitário alegam que ele não tem como pagar a multa imposta pelo próprio STF, porque não tem recursos. O patrimônio bloqueado de Marcos Valério é estimado em cerca de R$ 4,4 milhões.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 22 de Maio de 2018
Segunda, 21 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Domingo, 20 de Maio de 2018
15:18
Cassilândia/Itajá
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)