Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

28/01/2014 19:21

Lewandowski quer saber se há vaga para Valério em presídio de Contagem

Mariana Jungmann, Agência Brasil

 

O presidente em exercício do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski, pediu hoje (28) que o juízo da Vara de Execuções Criminais de Contagem (MG) informe se há vaga na Penitenciária Nelson Hungria. O oficio encaminhado pelo ministro atende a pedido do publicitário Marcos Valério, que pediu para ser transferido para o presídio na região metropolitana de Belo Horizonte.

Marcos Valério está preso atualmente no Complexo Penitenciário da Papuda, no Distrito Federal, onde cumpre a pena por ter sido condenação na Ação Penal 470, o processo do mensalão. Apontado como o operador do esquema de corrupção, o publicitário foi condenado a 37 anos e cinco meses de prisão em regime fechado.

A Procuradoria-Geral da República já havia se manifestado a favor da transferência de Valério para Minas Gerais, onde mora a família dele. No ofício de hoje, Lewandowski não estipula prazo para a resposta sobre a existência de vaga, mas pede que o juízo informe com urgência sobre a disponibilidade para a transferência.

Em outro ofício assinado hoje, o ministro pede que a Procuradoria-Geral da República se manifeste sobre o pedido da defesa de Valério para que os bens dele sejam desbloqueados. Os advogados do publicitário alegam que ele não tem como pagar a multa imposta pelo próprio STF, porque não tem recursos. O patrimônio bloqueado de Marcos Valério é estimado em cerca de R$ 4,4 milhões.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)