Cassilândia, Quinta-feira, 17 de Agosto de 2017

Últimas Notícias

08/06/2007 07:41

Leia - Língua portuguesa, inculta e bela!

Alcides Silva

Língua portuguesa, inculta e bela!
Alcides Silva

Palavras e conceitos que o vento levou...

Vale repetir que a língua é dinâmica e está em permanente ebulição: palavras são criadas quase que cotidianamente; vocábulos são esquecidos todos os dias. Mudam de sentido freqüentemente.
Arame, durante algum tempo, significou ‘dinheiro’ e aramudo, endinheirado; argola de laço alguém muito bruto, ignorante, estúpido.
Batatada não é só uma grande quantidade de batatas, mas, também, palavras sem sentido, bobagens, disparates.
Cafundó representava um lugar muito distante, ‘no fim do mundo’; cambito, as pernas finas; a expressão esticar os cambitos, ‘morrer’.
Capanga é designativo de valentão de aluguel, guarda-costas, porém por muito tempo, bolsa de pano ou couro, carregada a tiracolo ou na mão.
Degas substituía o pronome ‘eu’; quem a empregava referia-se a si mesmo: Cá o degas não cai na esparrela. ‘Cair na esparrela’ é deixar-se lograr; deixar-se pegar; cair no logro; cair no anzol; ser pego de surpresa; ir na onda.
Chapa figurou como sinônimo de dentadura; conga, de tênis.
Enxerido é aquilo que está colocado dentro de algo; enchimento. No passado, significou pessoa curiosa que se mete naquilo que não é de sua conta.
Estrupício que é o nome que se dá à coisa complicada, esquisita, denominava a pessoa que atrapalhava os outros, desastrada; estrovenga, sinônimo de estrupício, qualquer coisa cujo nome se desconhecia.
Fubica tanto a pedra nº 1 do jogo de víspora, como o carro velho, estragado, calhambeque. Uma variante é fumbica.
Fuleiro, como adjetivo, é a qualificação que se dá a um objeto sem valor, ordinário, mas já foi nome de cinema pulguento, vagabundo.
Futrica é o amontoado de coisas velhas, de trastes sem valor, mas no meu antigamente, a fofoca, o fuxico, a impertinência.
Fuzarca no início foi uma dança popular tipo “arrasta-pé” ou ‘gafieira’. Como em baile popular é comum a ‘confusão’, o ‘chega-prá-lá’, o ‘pega pra capar’, o tumulto; no passado, queria dizer bagunça, desordem, confusão.
Lambança não só foi um serviço mal feito, mas também ‘vagabundagem’, ‘intriga’, ‘mexerico’, ‘diz-que-diz’.
Lambisgóia já designou a mulher enxerida, antipática, intrometida e, depois, a pessoa bem magra.
Plasta era a pessoa inútil, moleirona. De emplastro ou emplasto chamava-se a pessoa importuna, cacete.
Porta-seios foi o nome primitivo do sutiã.
Serelepe, originariamente nome de um roedor (cutia, esquilo), na minha infância era a pessoa apressadinha, irrequieta.
Xexé, de primeiro, uma figura do carnaval, um mascarado de casaca, calção e meias; depois, designava o idiota; xexelento, derivado de xexé, o nome que se dava ao cara chato, nojento, implicante.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 17 de Agosto de 2017
Quarta, 16 de Agosto de 2017
10:00
Receita do dia
09:19
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)