Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

20/04/2006 15:31

Leia a Coluna Ampla Visão, por Manoel Afonso

ENCRUZILHADA. Candidatos atentos à coligação. Os riscos são enormes para quem escolher mal, principalmente na proporcional. Mesmo aqueles com bom desempenho, poderão morrer na praia.

DAGOBERTO. Confidenciou-me: precisa melhorar na região Sudoeste, embora esteja muitíssimo bem nas pesquisas gerais. Acha que a força da TV será importante e que o fator tempo pesará na balança.

BERNAL. O vereador locutor confiante nos votos em cidades onde seu programa chega. Além da FM Cidade na capital, atinge Três Lagoas através da FM Três Lagoas e a região de Dourados, com a FM Cidade. Tem chances.

DECISIVO. Candidato sem tempo na TV pode dançar! Opinião de Carmelino Rezende, lembrando a força das emissoras locais que chegam ao interior. Experiente, Carmelo diz que assistirá o pleito de camarote.

PÉROLA-1: “Ordem de vocação hereditária é quando o filho segue a mesma profissão do pai, ou seja, filho de peixe, peixinho é.” (De um candidato no exame da OAB) E ainda tem gente contra esse exame.

PÉROLA-2: Descrição da penhora feita por um sábio Oficial de Justiça numa ação de execução na comarca de Porto Alegre: “...um crucifixo, em madeira, estilo colonial, marca INRI – sem número de série.”

SOCORRO! É notória a falta de conhecimento teórico e de pratica de profissionais recém formados em várias áreas, nesta época em que faculdade virou indústria de diplomas. Na saúde então, é coisa de louco.

DEMAGÓGICO ou populista? Ambos! Assim classifico a proposta de se aumentar o número de vereadores que, aliás, virou profissão por aí. Quem defende a “brilhante” tese, está em busca de votos, é claro!

ANDRÉ. Atração na festa da “Impar”, no Estoril Ao lado de Mariza, Marun, Nelsinho Silveira e Athayde distribuiu abraços e sorrisos. Parada especial na mesa de Londres para uma conversa ao pé-de-ouvido.

É AGORA! Não dá para esperar! Sem obras adequadas, a capital sofrerá com as chuvas. Ainda bem que a Prefeitura tem condições de tomar R$20 milhões da CEF para o projeto. A população preocupada, agradece!

DO LEITOR. ...é inegável: precisamos melhorar nossa representação na Câmara Federal, sob pena de continuarmos a pão e água. O episódio do Ipematizinho é uma amostra do nosso desprestígio. Quem se habilita?


À PROPOSÍTO. A Câmara Federal com seu estigma de cemitério dos políticos ainda afasta muita gente de valor. Pesa também o próprio sistema do seu regimento interno, onde só as lideranças partidárias tem vez.

NA ASSEMBLÉIA. Filósofos de plantão lamentando a falta de terceiro candidato de peso para levar as eleições para o 2º turno. Admite: Delcídio crescerá, mas não o bastante para evitar a vitória de André no 1º turno.

FABIO TRAD:... na família o melhor político é minha mãe, porque para agüentar três caras falando de política todos os dias e ao mesmo tempo, tem que ter preparo físico, ideológico, emocional e psicológico...(Revista Impar)

IMPEACHMENT. Quando estourou o escândalo do Mensalão seria viável, mas agora passou da hora. E mais, a oposição tem se mostrado incompetente. Repito: sem um fato novo grave, Lula será reeleito.

APOSENTADORIA. A votação será após as eleições. A opinião dominante é que Zeca sairá desgastado com reflexos no palanque petista. E mais: se aprovada na Casa, não resistiria ao crivo da Justiça.

ONEVAN. Cada vez mais maduro confessou-me: gostaria de disputar o Senado em 2.010 e para isso tem um longo caminho a percorrer, além de contar com ajuda de uma série de fatores. Mas não é sangria desatada.

RAUF MARQUES. Conversamos bastante na festa da “Impar”. Muito tranqüilo quanto ao seu futuro, falou de seu passado e dos cargos que ocupou. Vivo, faz política deixando sempre as portas abertas.

DELCÍDIO. “ André não é Pedrossian”, dizem no saguão da Assembléia, em referência ao desempenho do senador quando bateu o ex-governador, então favorito nas pesquisas. O italiano gasta a sola do sapato.

EM CASA. Possari deve limitar a ajudar Sergio Assis. Nada a reclamar da política: foi vice prefeito e ainda saiu no lucro com uma empresa da sua família participando do transporte coletivo da capital. Sacou?

CHATICES. Alguns deputados deixam a desejar no horário gratuito na TV. Não só pelo desempenho pessoal, mas, sobretudo pelo conteúdo incoerente comparado a postura. Falam uma coisa e fazem outra!

DO LONDRES: “Mudar o jeito de pensar a qualquer custo é um erro para quem deseja alcançar a vitória. Talvez, você até possa alcançar a vitória mudando seu perfil com ajuda do marketing pessoal, mas não conseguirá se manter no poder por muito tempo.(Revista Impar)











Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)