Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

04/06/2008 13:53

Lei estadual proíbe a cobrança de taxas de boletos

Renato Lima - Campo Grande News

Foi promulgado hoje e virou lei o projeto apresentado pelo deputado Paulo Duarte (PT) que proíbe empresas e financiadoras de cobrarem por taxa de emissão de carnês ou boletos bancários, em Mato Grosso do Sul.

Essa taxa é cobrada por algumas empresas pelo gasto da emissão do boleto e muitas vezes passa despercebida aos olhos do cliente.

Como não houve sanção expressa do governador, o presidente da Assembléia, Jerson Domingos (PMDB), promulgou a lei.

Estão incluídas na isenção da cobrança pessoas físicas e jurídicas, definidas como fornecedor pelo artigo 3º do Código de Defesa do Consumidor.

O descumprimento da lei implicará em multa de R$ 1 mil, por boleto ou carnê, além de sujeitar o infrator às penalidades previstas no Código de Defesa do Consumidor e na legislação penal.

O valor arrecadado com as multas será destinado ao aperfeiçoamento das atividades de proteção e defesa do consumidor do Estado, o Procon. Paulo Duarte está preparando material para informar os órgãos competentes sobre a aprovação da lei.

"O Código fala que o consumidor tem que pagar por um produto ou serviço adquirido, que não é o caso de um boleto ou carnê, é uma cobrança abusiva", diz.

Outro problema apontado pelo parlamentar é a disparidade nas cobranças, sem um critério para definir os valores.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)