Cassilândia, Sábado, 24 de Junho de 2017

Últimas Notícias

18/05/2004 16:56

Lei do Super Simples mobiliza micro e pequenas empresas

Jorge Wamburg/ABr

Com o objetivo de discutir uma nova legislação tributária que favoreça as atividades dos micro e pequenos empresários, representantes do setor estão reunidos hoje na Confederação Nacional do Comércio (CNC), em Brasília, em um seminário para discutir a Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas (Super Simples). O objetivo é lutar pela aprovação de lei complementar que estabeleça a definição de tratamento diferenciado e favorecido para as micro e pequenas empresas, conforme está previsto na Constituição, inclusive regimes tributários especiais ou simplificados.

A competência de lei complementar para regular o assunto foi definida pela Emenda Constitucional nº 42, de 19 de dezembro de 2003. A lei poderá instituir um regime único de arrecadação dos impostos e contribuições da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios, o chamado Super Simples. Essa legislação beneficiaria o segmento de micro e pequenas empresas, que representam mais de 90% das 4,1 milhões de empresas formais existentes no país, respondem por 20% do Produto Interno Bruto (PIB) e empregam 45% da força de trabalho com carteira assinada, de acordo com o Instituto para a Produção, Emprego e Desenvolvimento Social (IPED), promotor do seminário.

Em defesa da aprovação da lei complementar, o IPED argumenta que uma legislação tributária avançada, aplicável ao segmento das micro e pequenas empresas, servirá para alavancar a oferta de novos empregos e legalizar parte da enorme legião de trabalhadores informais do país, que hoje representa mais da metade (56,83%) da População Economicamente Ativa (PEA) brasileira.

Uma estimativa do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócio-Econômicos (Dieese) aponta a existência de 14,5 milhões de micro e pequenas empresas informais. As quatro milhões de pequenas propriedades rurais usadas na agricultura familiar também seriam beneficiadas pela nova legislação de forma indireta, de acordo com o Dieese.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 23 de Junho de 2017
Quinta, 22 de Junho de 2017
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)