Cassilândia, Sexta-feira, 23 de Outubro de 2020

Últimas Notícias

07/10/2020 10:04

Lei Aldir Blanc: FCMS lança hoje Mapa Cultural com cadastro de artistas

O Estado vai operar o inciso I da Lei, que garante renda emergencial mensal aos profissionais da cultura, com parcelas de R$ 600,00 retroativos ao mês de junho, julho e agosto

Redação
Lei Aldir Blanc: FCMS lança hoje Mapa Cultural com cadastro de artistas

 

O Governo do Estado, por meio da FCMS (Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul), lança nesta quarta-feira, dia 07 de outubro, a plataforma online Mapa Cultural de MS, uma ferramenta que vai auxiliar o Estado tanto no cadastramento e distribuição dos recursos previstos na Lei 14.017/20 – Lei Aldir Blanc de Emergência Cultural, quanto no acesso a editais e ações de fomento ao setor. Com aporte de R$ 20 milhões, a previsão é de que a lei beneficie seis mil pessoas com renda básica emergencial (inciso I), além de fomento à cultura e auxílio para espaços culturais de R$ 3 a 10 mil por espaço (inciso III).

De acordo com a diretora-presidente da FCMS, Mara Caseiro, neste primeiro momento o Mapa funcionará como plataforma de cadastro de trabalhadoras e trabalhadores da cultura que estão pleiteando o auxílio emergencial disponibilizado por meio da Lei Aldir Blanc de Emergência Cultural. “Primeiramente o cadastro será aberto para os profissionais de cultura que pleiteiam o benefício da renda emergencial, prevista no inciso I da Lei. Dias depois será aberta a inscrição para os municípios que aderiram à plataforma do Mapa Cultural do Estado”, afirmou.

O Estado vai operar o inciso I da Lei, que garante renda emergencial mensal aos profissionais da cultura, com parcelas de R$ 600,00 retroativos ao mês de junho, julho e agosto, bem como o inciso III, que dispõe sobre editais, chamadas públicas, aquisição de bens e serviços vinculados ao setor cultural e outros instrumentos destinados à manutenção de iniciativas, desenvolvimento de atividades de economia criativa, bem como a realização de atividades artísticas e culturais que possam ser transmitidas pela internet ou disponibilizadas por meio de redes sociais e outras plataformas digitais.

Entre as diversas iniciativas da Fundação de Cultura para a implementação da Lei no Estado, foi proposto um Termo de Cooperação Técnica com os municípios responsáveis por operar o inciso II – que prevê subsídios aos espaços e pontos de cultura de 3 mil a 10 mil reais – para que utilizem a plataforma Mapas Culturais. Outra iniciativa foi a criação do Comitê Estadual de Emergência Cultural, com oito representantes de linguagens e expressões culturais e artísticas, para auxiliar no planejamento, implementação e distribuição dos recursos previstos na Lei Federal.

Inscrições

As inscrições para os interessados em receber os benefícios da renda emergencial vão do dia 06 até o dia 20 de outubro, por meio da plataforma Mapas Culturais, que pode ser acessada no site www.fundacaodecultura.ms.gov.br/leialdirblanc . Lá é possível encontrar uma cartilha com informações detalhadas sobre a Lei, além do link para o cadastro de trabalhadores.

“Convocamos, a partir de hoje, todos profissionais da cultura dos municípios sul-mato-grossenses para efetivarem os cadastros. Vamos partir para a busca ativa desses agentes culturais em comunidades ribeirinhas, aldeias indígenas, comunidades quilombolas, numa parceria com várias instituições. Então, pedimos a colaboração de todos para não deixar para a última hora, porque quanto mais cedo preenchermos o Mapa, mais cedo enviamos para validação do Dataprev para disponibilizarmos o cronograma de desembolso”, afirmou Mara Caseiro.

A plataforma Mapa Cultural de Mato Grosso do Sul está alinhada ao Sistema Nacional de Informação e Indicadores Culturais do Ministério da Cultura (SNIIC) e contribuirá para a realização dos objetivos do Plano Nacional de Cultura. O sistema será alimentado tanto pela população em geral, que se cadastra como agente cultural (individual ou coletivo), quanto por Secretarias Municipais e outras instituições públicas e privadas que inserem na plataforma informações sobre equipamentos culturais, programações, editais e outros.

Para continuar por dentro das ações da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, acompanhem nossas redes sociais no YouTube, Instagram e Facebook.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 22 de Outubro de 2020
15:02
Saber não ocupa lugar
Quarta, 21 de Outubro de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)