Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

28/09/2006 09:20

Lançada campanha para ensinar idosos a prevenir quedas

24horasnews

As quedas são a principal causa de morte acidental em pessoas com mais de 65 anos, segundo a Sociedade Brasileira de Otologia (SBO). De acordo com dados reunidos pela entidade, as lesões acidentais são a sexta causa de morte em pessoas de 75 anos ou mais, e as quedas são responsáveis por 70% desse tipo de mortalidade. A estimativa mundial, que se aplica também ao Brasil, é que 30% das pessoas acima de 65 anos sofrem quedas ao menos uma vez por ano.

Para orientar a população sobre como prevenir esse tipo de acidente na terceira idade, a Sociedade Brasileira de Otologia e a Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia lançaram hoje (27), Dia Nacional do Idoso, a Campanha Nacional de Prevenção a Quedas de Idosos.

Segundo uma das coordenadoras da campanha, a otorrinolaringologista Raquel Mezzarila, o objetivo da iniciativa é “conscientizar o idoso sobre o risco das quedas e alertar para suas conseqüências - a principal delas é a fratura, que traz prejuízo à qualidade de vida da pessoa, já que, além de agravar condições de saúde já existentes, pode predispor o surgimento de outras doenças”.

A médica disse que o principal fator de risco para as quedas é a perda do equilíbrio, que vem com o envelhecimento, associado a outras condições de saúde que afetam o idoso, como, por exemplo, a osteoporose [doença caracterizada pela fragilidade dos ossos].

“Com o avanço da idade, existe um envelhecimento de várias estruturas relacionadas ao equilíbrio corporal, como o labirinto, os órgãos responsáveis pela sensibilidade corpórea e a diminuição da visão. O envelhecimento desses três sistemas já pode, por si só, causar desequilíbrio e favorecer as quedas", explicou Raquel Mezzarilla.


Além disso, o idoso pode ser acometido por doenças cardiovasculaes e metabólicas, como o diabetes, ter colesterol alto, tomar remédios que causam efeitos colaterais, ter osteoporose, problemas musculares, e tudo isso, aliado ao envelhecimento do corpo, favorece a perda do equilíbrio e predispõe à queda”, acrescentou a médica.


Para evitar quedas, ela recomenda, em primeiro lugar, que os idosos mantenham em dia a avaliação da saúde e, além disso, tenham uma série de cuidados no ambiente doméstico, onde ocorre a maioria dos acidentes. “As medidas de prevenção devem começar dentro de casa: evitar o uso de tapetes pequenos, que facilitam que se escorregue; instalar corrimões na beira de escadas, colocar interruptores de luz em locais de fácil acesso para manter o ambiente sempre bem iluminado; deixar uma luz acesa iluminando o trajeto entre o quarto e o banheiro à noite; e evitar manter no chão objetos como chinelos, caixas ou brinquedos”.

Raquel Mezzarilla lembrou também que é importante o idoso manter uma atividade física regular adaptada a suas condições de saúde e não tomar remédios sem conhecimento do médico.

A primeira ação da Campanha Nacional de Prevenção a Quedas de Idosos é a disseminação de informações por meio da imprensa. A segunda fase será lançada no dia 20 de outrubro, Dia Mundial de Combate a Osteoporose, e irá se concentrar em orientações sobre a doença, que é um dos fatores de risco para quedas na terceira idade.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)