Cassilândia, Segunda-feira, 27 de Março de 2017

Últimas Notícias

18/06/2004 14:53

Laboratório do Iagro será referência para Centro-Oeste

Dourados News

O Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal) investe na ampliação, adequação e na compra de novos equipamentos para o Laboratório de Diagnósticos de Doenças Animais (Laban), que passará a dar suporte também a outras culturas animais, além da bovina, tornando-se referência em sanidade animal para toda a região Centro-Oeste. O governador Zeca do PT visitou o Iagro hoje pela manhã e fez questão de conhecer o Laban, ouvindo as explicações do gestor do órgão, Gilmar Borges do Amaral, sobre a importância dos exames realizados em cada sala.

O governo do Estado investe R$ 400 mil nas obras e reaparelhamento do laboratório e a previsão do secretário de Produção e Turismo, José Antônio Felício, é de que até o início do próximo ano já se obtenha o credenciamento junto ao Ministério da Agricultura para ampliar a área de atuação. “Somos o único laboratório em todo o Estado a fazer o diagnóstico da leptospirose”, revelou Felício. A leptospirose é uma doença infecciosa causada por bactéria e transmitida através da urina de ratos.

O Laban está instalado em um amplo prédio na sede do Iagro, no Jardim Ipiranga, em Campo Grande. Só é possível adentrar suas dependências vestindo roupas esterilizadas, pois ali são manipuladas amostras de materiais que podem ser altamente contagiosos. Nos últimos anos o laboratório tem experimentado evolução constante. Gilmar do Amaral relatou ao governador que em 1999 – primeiro ano do Governo Popular – foram realizados no Laban 2.477 exames. No primeiro semestre desse ano já ultrapassam 19 mil diagnósticos.

Doenças que afligem o rebanho bovino como raiva, brucelose, botulismo e a leptospirose são diagnosticadas e estudadas no Laban, que examina ainda a qualidade da carne e do leite e seus derivados, detectando possíveis contaminações por bactérias e parasitas. Com a ampliação das atividades será possível diagnosticar males que afetam as aves, como por exemplo a doença de Newcastle, virose importante que acomete as vias respiratórias causando a morte.

Mas a meta do Iagro é mais ambiciosa: pretende desenvolver rigorosa vigilância sanitária na criação de ovinos, caprinos e até na piscicultura, atividades econômicas que ocupam cada vez mais espaço no Estado. “A idéia é dar suporte para que a economia do Estado cresça com qualidade, com isso vamos ampliar nossas exportações, gerar mais riquezas e empregos”, resumiu Felício.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 27 de Março de 2017
Domingo, 26 de Março de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 25 de Março de 2017
21:10
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)