Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

09/10/2009 19:38

Justiça manda libertar menina acusada de matar 30

Edivaldo Bitencourt, Campo Grande News

O juiz da 2ª Vara de Infância e Juventude de Aparecida do Taboado, Fábio Henrique Calazans Ramos, determinou, ontem, a soltura da adolescente de 17 anos que teria confessado o assassinato de 30 pessoas nos últimos três anos. Ela está internada provisoriamente na Unei (Unidade Educacional de Internação) de Campo Grande.

Segundo a assessoria do magistrado, a adolescente estava internada provisoriamente em decorrência da denúncia de um furto. No entanto, como o prazo de internação, que é de 45 dias, venceu, ela será colocada em liberdade nesta semana.

A menina ainda não foi denunciada por nenhum dos homicídios. Além disto, ela ainda responde a outros processos por furto.

Sem provas – Segundo o delegado da Polícia Civil em Aparecida do Taboado, Lúcio Fátima da Silva Barros, só um dos sete supostos homicídios cometidos pela adolescente tem verossimilhança.

Trata-se de um homem, que foi assassinado e testemunhas teriam visto a adolescente na sua residência no final da tarde do dia anterior ao assassinato. É a única evidência mais forte contra a menor, que teria confessado o assassinato de outras 19 pessoas no interior de São Paulo.

Vivo – Segundo o delegado, uma das supostas vítimas da adolescente foi encontrado com vida no interior de São Paulo. A ex-mulher do homem negou que ele tenha morrido e até repassou informações de seu paradeiro numa cidade paulista.

Além disto, vizinhos da suposta vítima de homicídio também relataram que não viram nada ou sentiram mau cheiro no período do crime.

Os outros cinco crimes teriam sido cometidos com a ajuda de outras pessoas. Os supostos auxiliares da serial killer foram procurados e negaram ter jogado os corpos no Rio Paraná, como alegou a adolescente.

“Não encontramos roupas, ossadas ou indícios de que essas pessoas tenham sido assassinadas”, relatou o delegado, que realizou as diligências para investigar as histórias da adolescente.

Presa – A menina foi presa no início de julho deste ano em São José do Rio Preto, interior de São Paulo, após contar em bares da região que tinha matado 30 pessoas, sendo sete em Aparecida do Taboado.

Conforme a DIG (Delegacia de Investigações Gerais) da cidade paulista, a adolescente contou que cometeu assassinatos também em Santa Fé do Sul (SP), Pontes de Lacerda (MT), Capelinha (MG), Cáceres (MT) e Várzea Grande (MT).

Todas as vítimas eram homens adultos. Na época da prisão, ela afirmou que confessou os crimes porque não agüentava mais a sua consciência.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)