Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

15/07/2015 12:55

Justiça isenta Eldorado das responsabilidades trabalhistas de terceirizada

Campo Grande News

A Justiça do Trabalho determinou que a empresa Eldorado Brasil Celulose não tem responsabilidade sobre débitos trabalhistas da empreiteira terceirizada por ela. A divergência surgiu porque a Eldorado contratou empresas do setor de construção civil para construir uma fábrica em Três Lagoas, cidade a 338 quilômetros de Campo Grande, mas a contratada não efetuou todos os pagamentos trabalhistas aos funcionários.

Assim, vários trabalhadores ajuizaram ação contra as empreiteiras responsáveis pela obra, solicitando, entre outros pedidos, a declaração de responsabilidade solidária da Eldorado sobre seus direitos trabalhistas.

A decisão foi tomada pela Primeira Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 24ª Região. Segundo o redator do processo, desembargador Nicanor de Araújo Lima, na espécie de contrato firmado não há qualquer vínculo jurídico entre o dono da obra, que é a Eldorado, e os empregados do empreiteiro.

Regra - Nesse caso, o artigo 455 da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) exclui o dono da obra pela obrigação trabalhista, e que deve ser suportada pelo empreiteiro ou subempreiteiro.

Consta nos autos da ação trabalhista que a Segunda Turma reconheceu a responsabilidade da Eldorado e afastou a aplicação de orientação jurisprudencial do TST (Tribunal Superior do Trabalho) sob o fundamento de que a obra contratada pela Eldorado estava essencialmente ligada às questões sociais da empresa.

No entanto, a Primeira Turma entendeu a questão de outra forma e retirou da Eldorado a responsabilidade sobre os empregados da terceirizada.

Explicação - Para isso, usou o argumento de que o contrato da terceirizada não gera responsabilidade à Eldorado quanto às obrigações trabalhistas da contratada, salvo se o dono da obra for empresa construtora ou incorporadora, o que não ocorre em razão da atividade comercial desenvolvida pela Eldorado, que é fabricar e vender celulose.

"Nesses termos, inexiste responsabilidade da empresa Eldorado Brasil Celulose S.A. quanto aos débitos trabalhistas da empresa prestadora de serviço", disse o desembargador.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)