Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

19/12/2015 09:30

Justiça determina arrombamento de casas para combate de mosquitos

Campo Grande News

A Justiça de Paranaíba, a 422 quilômetros de Campo Grande, autorizou o arrombamento de propriedades que estiverem trancadas para ações de combate aos focos de mosquitos transmissores da dengue, chikungunya e zika vírus. A decisão é liminar em Ação Civil Pública ajuizada pelo MP/MS (Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul) em desfavor dos proprietários de imóveis desabitados.

O juiz Plácido de Souza Neto, da 2ª Vara Cível da comarca de Paranaíba, autorizou a expedição de alvará com indicação e qualificação dos agentes públicos que ficarão responsáveis pela realização dos trabalhos. O magistrado concedeu prazo de 30 dias ao Ministério Público para indicar e qualificar os proprietários ou possuidores dos imóveis arrombados, que deverão ser citados para integrar o polo passivo da ação.

Conforme a ação, é fato público e notório que muitos proprietários de lotes urbanos e residências fechadas se omitem com o dever de zelo e muitos não permitem que o agente entre em seus imóveis.

Em função dos índices de doenças e do alerta para a microcefalia, causada pelo Zika vírus, o MP já expediu recomendação ao município para ampliação das ações de combate ao mosquito.

O órgão sugeriu o início de mutirões, maciça divulgação e o incremento do número dos agentes de combate às endemias. Os dados do município apontam para o aumento dos casos suspeitos de contaminação por dengue.

 

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)