Cassilândia, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

30/11/2010 19:56

Justiça concede habeas corpus a envolvidos em fraude de vestibular

24horasnews

A Justiça concedeu habeas corpus para os sete envolvidos no esquema de fraudes ao vestibular de Medicina da Universidade de Cuiabá, realizado no último final de semana. Desta forma, eles responderão pelos crimes de estelionato e formação de quadrilha em liberdade.

Os envolvidos sequer chegarão a serem transferidos a um presídio da capital. Eles estavam detidos na carceragem da Polinter.

A delegada Ana Cristina Feldner, do Grupo de Combate ao Crime Organizado (GCCO), explicou que os habeas corpus concedidos não irá atrapalhar as investigações. Ela revelou que está colhendo depoimentos de estudantes e pais de vestibulandos sobre o esquema e deverá encerrar o inquérito em 10 dias.

Conforme esclarecido em coletiva realizada ontem, a quadrilha cobrava entre R$ 10 e R$ 20 mil de cada aluno. Com os acusados foram apreendidos R$ 53 mil, em dinheiro e cheques.

Segundo a delegada, o jovem \"Piloto\" realizou a prova e depois junto com os demais envolvidos repassavam as respostas aos vestibulandos em sala de aula, que marcavam no gabarito. Conforme Feldner o grupo não esperava que fossem três provas diferentes, o que teria dificultado o trabalho.

A Universidade de Cuiabá já anunciou a eliminação dos alunos identificados nas fraudes. O vestibular foi mantidos para os demais vestibulandos.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)