Cassilândia, Sexta-feira, 25 de Maio de 2018

Últimas Notícias

21/01/2009 16:53

Juiz de MS autoriza interrupção de gestação de risco

Fernanda Mathias, Campo Grande News

O juiz Aloísio Pereira dos Santos, da 1ª Vara do Tribunal do Juri de Campo Grande, concedeu autorização para que seja interrompida a gravidez da jovem de 20 anos, que recorreu à Justiça por conta da anomalia no feto. O problema praticamente descarta as chances de sobrevivência da criança e põe em risco sua própria vida. Ela está no quarto mês de gestação.

A decisão levou em conta exames médicos mostrando que o feto está sendo gerado sem o osso do crânio e seu cérebro está em formação está exposto ao líquido amniótico, o que, além de impedir sua sobrevivência fora do útero, pode provocar a morte da mãe.

A ação foi movida pela Comissão de Direitos Humanos pela OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), diante do drama vivido pela jovem.

“Se os médicos afirmam com 100% de certeza que a moça está gerando um feto com uma anomalia incompatível com a vida extra uterina e de alto risco de morte para a mãe não havia outra saída”, disse a presidente da Comissão, Delasnieve Miranda Daspet de Souza. Ela vai entregar a autorização ao médico ginecologista e obstetra da jovem, Rogério Brustoloni Guimarães, ainda na tarde de hoje. A família também foi comunicada e a mãe da gestante é esperada nesta tarde na sede da Seccional da Ordem para pegar cópia do documento.

A vice-presidente da OAB-MS, Kátia Cardoso, que ajudou na elaboração da petição para interrupção da gravidez, destacou a urgência com que o caso foi tratado pela justiça, que proferiu decisão menos de 48 horas após ser apresentado o pedido pela OAB.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 25 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Quinta, 24 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Quarta, 23 de Maio de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)