Cassilândia, Quinta-feira, 27 de Abril de 2017

Últimas Notícias

07/05/2004 15:05

Judiciário disponibiliza 85% dos processos na Internet

Dourados News

Com a conclusão da implantação do Sistema de Automação Judiciária (SAJ) nas comarcas de Nova Andradina, Ivinhema (dia 3/5), Rio Brilhante e Itaporã (dia 10/05), o Poder Judiciário de Mato Grosso do Sul passa a ter 85% do volume de processos do Estado disponíveis na rede lógica e até o final do ano 94% da informatização do Judiciário estará concluída, já que há previsão de que mais 17 comarcas recebam o SAJ.

A informação significa que, de maneira instantânea, qualquer cidadão poderá consultar os andamentos dos processos de Mato Grosso do Sul em qualquer parte do mundo, utilizando apenas um computador ligado à Internet.

As nove comarcas que não receberão o SAJ nesta gestão correspondem a 6% da movimentação processual do Estado e como dependem de investimentos na estrutura física dos imóveis, a implantação está prevista para a administração do biênio 2005/2006. O Vice-Presidente do Tribunal de Justiça, Des. Joenildo de Sousa Chaves, que participou da solenidade de inauguração do SAJ em Nova Andradina e Ivinhema, afirmou que é acompanhando os avanços tecnológicos que se pode vencer os obstáculos para melhorar a prestação jurisdicional.

Segundo o Desembargador,"o Poder Judiciário há algum tempo é o bode expiatório nacional, como se fosse o culpado por todas as mazelas da sociedade. Mas não é bem assim, as leis são feitas pelos legisladores e ao Judiciário cumpre apenas executá-las. Se realmente desejassem uma reforma do Judiciário, bastaria iniciar pelas leis, diminuindo prazos recursais e processuais, o resto poderia ser deixado de lado, pois com certeza o Judiciário daria conta do recado", desabafou o Des. Joenildo de Sousa Chaves, referindo-se à informatização como uma das medidas implementadas para dar celeridade à prestação jurisdicional.

Para a Juíza Diretora do Foro da Comarca de Nova Andradina, Drª Gabriela Müller Junqueira, a implantação do SAJ tende a fazer com que o processo tenha uma movimentação rápida e, na medida que se julga mais, a população busca mais o Judiciário, porque passa a acreditar mais nele. "Estamos conscientes dessa tendência e motivados por saber que o serviço será mais simples e mais ágil", comenta a Juíza.

A opinião é compartilhada com o Diretor do Foro da Comarca de Ivinhema, Dr. César Castilho Marques, que em seu discurso de inauguração destacou a dedicação e a vontade de querer aprender como principal atributo dos funcionários, os quais passaram a trabalhar no novo mundo da informática desde o dia 3 de maio.

"As pessoas devem se adaptar à informática e não ela com as pessoas", explicou Guida Aparecida de Souza Travain, Escrevente Judicial, da Comarca de Ivinhema, que participou da primeira semana de treinamento do curso do SAJ na Capital e se sente preparada para a nova fase que se iniciou na segunda-feira. As comarcas que estão recebendo o sistema contam também com o acompanhamento de uma equipe da Secretaria de Informática.

A implantação do SAJ nas novas comarcas está trazendo novidades. Nas 20 comarcas anteriores, os dados estão sendo armazenados em servidores instalados nos fóruns das comarcas. A partir dessas novas inaugurações, a Secretaria de Informática estará reunindo todos os dados diretamente no servidor central do Tribunal de Justiça.

De acordo com o Diretor da Secretaria de Informática, Lício Sérgio Ferraz de Brito, isso possibilita a manutenção da central de armazenamento,
sem a necessidade de se deslocar à comarca, além de deixar a rede mais livre, pois as consultas serão realizadas no servidor do TJ automaticamente.





Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 26 de Abril de 2017
Terça, 25 de Abril de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)