Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

08/11/2004 15:38

Jornal destaca estado calamitoso da MS 306

Neri Kaspary / Correio do Estado

Em matéria assinada pelo jornalista Nery Karspary, o jornal Correio do Estado em sua edição de hoje destaca a situação calamitosa da MS 306, conhecida dos caminhoneiros e dos produtores da região como " A rodovia do buraco ". Abaixo a matéria completa.

Cento e trinta dias depois de o governador José Orcírio (PT) lançar o Programa de Revitalização e Manutenção da Malha Rodoviária, a MS-306 continua em estado lastimável, forçando motoristas a circular até pelo acostamento, que em alguns trechos está melhor que a pista de rolamento.

O programa, lançado no dia 22 de junho, previa que até o final do ano seriam recuperados completamente 499 dos 1.134 quilômetros em situação considerada crítica. Entre as 14 rodovias citadas e que teriam prioridade para serem submetidas a uma reforma ampla estava a MS-306, entre Chapadão do Sul e Cassilândia.

Em julho, o Governo até chegou a fazer um trabalho emergencial de tapa-buracos ao longo dos 104 quilômetros entre as duas cidades, gastando parte dos R$ 145 milhões anunciados no mês anterior para investimento nas estradas do Estado inteiro.

Destes recursos, R$ 120 milhões seriam procedentes do Fundersul, conforme anunciou o governador à época. E é exatamente este dinheiro que cobram os usuários da rodovia, os quais estenderam até uma faixa de boas-vindas à “rodovia do buraco”. O protesto está exposto próximo a Cassilândia.

Pela rodovia é escoada a maior parte da produção de Chapadão do Sul e Cassilândia, grandes produtores de soja e algodão, principalmente. Estima-se que quatro milhões de grãos, algodão e insumos passem anualmente pelo trecho. Restando menos de 50 dias para o fim do ano e com o início do período das chuvas, dificilmente o Estado conseguirá cumprir o cronograma anunciado em solenidade.

Os buracos estão localizados principalmente em 30 quilômetros próximo a Cassilândia e nem mesmo a colocação da faixa, que já está no local há mais de um mês, levou as autoridades estaduais a tomar providências, reclamam produtores da região.

E não é só no que diz respeito aos buracos que produtores cobram providências. O Governo estadual também descumpriu a meta de concluir os últimos 40 km quilômetros de pavimentação entre Costa Rica e Chapadão. Trinta e dois km foram concluídos, mas o restante do trecho voltou a ser um contínuo atoleiro com o retorno das chuvas, deixando Costa Rica ilhada.

Segundo informações da Secretaria de Infra-Estrutura, a reforma completa da MS-306 terá início ainda neste ano, sem, contudo, previsão de término. A pavimentação dos últimos oito quilômetros próximo a Costa Rica também estão indefinidos, embora a empreiteira ainda esteja no local.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)