Cassilândia, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

07/03/2016 14:00

JBS alega falta de bois e dá férias coletivas a 500 funcionários

Caroline Maldonado, Campo Grande News

Cerca de 500 funcionários do frigorífico JBS entram em férias coletivas hoje (7), em Nova Andradina, a 300 quilômetros de Campo Grande. Serão 20 dias de paralisação total das atividades, em função da falta de boi para o abate na região, agravada pela dificuldade de acesso às fazendas pelas estradas prejudicadas com as chuvas intensas das últimas semanas.

Segundo o Valor Econômico, outros quatro frigoríficos do JBS também deram férias coletivas, validas pelo mesmo período. Dois deles ficam em Mato Grosso, um em Goiás e um no Pará. Analistas, consultados pelo portal, estimam que aumente apenas no início de 2017 a oferta de boi para o abate, em todo o Brasil. A decisão do JBS revela também a queda no consumo de carne bovina, em função da alta nos preços.

Segundo a SFA (Superintendência Federal de Agricultura) em Mato Grosso do Sul, o SIF (Serviço de Inspeção Federal) informou que as férias coletivas vão até o dia 26 de março, com toda a linha de produção parada. Em nota ao jornal Nova News, o JBS informou que as operações devem voltar ao normal após os 20 dias.

O JBS assumiu a planta frigorífica do extinto frigorífico Independência, às margens da MS-276, em Nova Andradina, em 2012. Em julho de 2015, a empresa deu férias coletivas aos funcionários e as atividades foram retomadas no dia 10 de agosto, do mesmo ano. Na ocasião, cerca de 70 empregados foram demitidos ou remanejados para outras unidades.

Em setembro de 2015, o JBS reativou o setor de desossa no município, abrindo 200 vagas. Neste mês, o grupo recebeu liberação para exportar carne para a Arábia Saudita, por meio de três de suas unidades, duas em Campo Grande e uma em Naviraí, a 366 quilômetros da Capital.

 

Matéria de autoria do Campo Grande News

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 11 de Dezembro de 2016
06:04
Fotogaleria
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)