Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

16/11/2006 16:02

Jato voava na altitude errada quando bateu no avião

Juliana Andrade e Alex Rodrigues /ABr

Brasília - A Aeronáutica confirmou há pouco que o jato Legacy não voava na altitude prevista no momento em que se chocou com o Boeing da Gol, provocando o acidente que matou 154 pessoas em 29 de setembro.

Ao divulgar o relatório parcial das investigações, o coronel Rufino Antônio da Silva Ferreira, presidente da comissão de investigação do acidente aeronáutico do vôo 1907, afirmou que o jato deveria estar a 36 mil pés quando ocorreu a colisão e não a 37 mil, altitude na qual o avião da Gol trafegava.

Pelo plano de vôo, o Legacy deveria voar a 37 mil pés até a vertical de Brasília. De lá até o ponto virtual de referência internacional Peres, voaria a 36 mil. E a partir dali até Manaus, 38 mil.

Não há registro de solicitação do Legacy para mudar o plano. Também não há registro de instrução do controle de vôo para o Legacy mudar de nível após o último contato bem sucedido do jato.

O Legacy decolou às 14h15 e atingiu 37 mil pés às 15h33, nível mantido até o momento da colisão, segundo o coronel. O choque ocorreu às 16h56, provavelmente entre a asa esquerda do jato e a asa esquerda do Boeing. Após o choque, o avião da Gol ficou incontrolável, iniciando imediato mergulho até o solo, no Mato Grosso.

Os sistemas anticolisão do jato e do Boeing não emitiram nenhum alerta de tráfego ou instrução para o que a Aeronáutica chama de ação evasiva, ou seja, para evitar a colisão.

Segundo Rufino Silva, as informações foram encaminhadas aos familiares antes de serem divulgadas, e a investigação deve durar dez meses.

O coronel frisou que qualquer conclusão neste momento seria prematura e que o objetivo da investigação é evitar que novos acidentes aconteçam, e não apontar culpados.



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)