Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

16/11/2006 16:02

Jato voava na altitude errada quando bateu no avião

Juliana Andrade e Alex Rodrigues /ABr

Brasília - A Aeronáutica confirmou há pouco que o jato Legacy não voava na altitude prevista no momento em que se chocou com o Boeing da Gol, provocando o acidente que matou 154 pessoas em 29 de setembro.

Ao divulgar o relatório parcial das investigações, o coronel Rufino Antônio da Silva Ferreira, presidente da comissão de investigação do acidente aeronáutico do vôo 1907, afirmou que o jato deveria estar a 36 mil pés quando ocorreu a colisão e não a 37 mil, altitude na qual o avião da Gol trafegava.

Pelo plano de vôo, o Legacy deveria voar a 37 mil pés até a vertical de Brasília. De lá até o ponto virtual de referência internacional Peres, voaria a 36 mil. E a partir dali até Manaus, 38 mil.

Não há registro de solicitação do Legacy para mudar o plano. Também não há registro de instrução do controle de vôo para o Legacy mudar de nível após o último contato bem sucedido do jato.

O Legacy decolou às 14h15 e atingiu 37 mil pés às 15h33, nível mantido até o momento da colisão, segundo o coronel. O choque ocorreu às 16h56, provavelmente entre a asa esquerda do jato e a asa esquerda do Boeing. Após o choque, o avião da Gol ficou incontrolável, iniciando imediato mergulho até o solo, no Mato Grosso.

Os sistemas anticolisão do jato e do Boeing não emitiram nenhum alerta de tráfego ou instrução para o que a Aeronáutica chama de ação evasiva, ou seja, para evitar a colisão.

Segundo Rufino Silva, as informações foram encaminhadas aos familiares antes de serem divulgadas, e a investigação deve durar dez meses.

O coronel frisou que qualquer conclusão neste momento seria prematura e que o objetivo da investigação é evitar que novos acidentes aconteçam, e não apontar culpados.



Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
06:50
Loterias
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)