Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

17/12/2007 13:03

Investimentos do governo foram de R$ 650 milhões em 2007

Paulo Fernandes - Campo Grande News

Considerando recursos dos Governos do Estado e Federal, foram investidos R$ 650 milhões neste ano em Mato Grosso do Sul. Este o número será apresentado e detalhado pelo governador André Puccinelli na cerimônia marcada para às 20 horas desta segunda-feira (17) no Centro de Convenções Arquiteto Rubens Gil de Camillo, no Parque dos Poderes, em Campo Grande. Na ocasião, o governador também lançará um pacote com 300 obras e anunciará oficialmente o que tem prometido ao longo de todo o ano, o retorno dos programas sociais a partir de 1º de janeiro de 2008.

Apesar das medidas de contenção de gastos, o Governo investiu R$ 74 milhões em obras, principalmente em prédios públicos e manutenção emergencial de rodovias, reforma e construção pontes. Foram garantidos também R$ 355 milhões através do PAC (Plano de Aceleração do Crescimento) para obras de infra-estrutura urbana e saneamento básico em Corumbá, Campo Grande, Dourados e Ponta Porã. Em sua gestão à frente da Prefeitura da Capital, André Puccinelli ficou conhecido como tocador de obras, o que lhe garantiu a eleição para governador.

O estado também assegurou R$ 17 milhões em investimentos na Saúde com a contratualização de 96 hospitais públicos e filantrópicos e com o fechamento do pacto pela saúde com todos os municípios. O governo aplicou ainda R$ 10 milhões em obras em hospitais e centros de especialidades. Outros R$ 24 milhões foram investidos em medicamentos especiais e no combate a dengue.

Em parceria com o MEC (Ministério da Educaçção), o Estado construiu quatro escolas indígenas que atendem 657 alunos e implantou seis Núcleos de Tecnologia Educacional. No balanço que apresentará, Puccinelli irá colocar também como investimentos em educação os convênios assinados para fornecimento de merenda e transporte escolar, nos valores respectivamente de R$ 7,6 milhões e de R$ 19,4 milhões.

Assistência Social – Apesar de ter suspendido os programas sociais implementados pela gestão anterior (a medida mais dura de contenção de gastos implementada por Puccinelli), o Governo André entregou 61.800 cestas básicas em 33 municípios e liberou R$ 5,5 milhões do Fundo Estadual de Assistência Social para a Rede de Proteção Social, formada por prefeituras, entidades públicas e particulares.

Já o Programa de Transferência de Renda, que vai atender famílias carentes a partir do próximo ano, além de índios, acampados e ribeirinhos, o governo do Estado já investiu R$ 230 mil em 2007. O dinheiro foi investido para preparar a ativação do programa a partir de 1º de janeiro de 2008.

Também na área de assistência social, a Funtrab (Fundação do Trabalho e da Qualificação Profissional) atendeu 380.000 trabalhadores.

Já na habitação, o governo estadual garantiu recursos para a construção de 12.400: 800 já foram entregues; 2.800 estão sendo construídas em Campo Grande e outras 9.000 tem contratos e convênios firmados para o início das obras. A meta da Secretaria de Habitação é de entregar 40 mil casas até o final deste Governo.

Linha dura - Com a compra de viaturas, armas e munições para as polícias civil, militar e o Corpo de Bombeiros foram gastos R$ 28 milhões. Foram investidos ainda R$ 4,5 milhões na ampliação, reforma e construção de estabelecimentos penais e R$ 1,1 milhão na aquisição de equipamentos que vão de detectores de metais a circuitos fechados de TV.

Finalmente, na área de cultura foram criados 13 projetos e mantidos os já tradicionais Festivais de Inverno de Bonito e da América do Sul, em Corumbá. E para a área de esporte, o governo investiu R$ 1,3 milhão em competições locais, em ajuda para atletas de Mato Grosso do Sul que participaram de três competições nacionais e com a criação de 23 escolinhas de futebol, do Projeto Driblando as Dificuldades.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)