Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

18/12/2004 08:20

INSS pode aceitar produtos para pagamentos de dívidas

Marina Miranda / Campo Grande News

“Dívida nova fica velha, e dívida velha não é paga”, afirmou o diretor de Administração da Receita Previdenciária, Francisco Leite da Silva, que esteve em Campo Grande esta sexta-feira para explicar a criação da Secretaria da Receita Previdenciária, desvinculando do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) o setor de arrecadação.
A dívida previdenciária no Estado de Mato Grosso do Sul chega a R$ 580 milhões. De olho no acerto de contas, outras alternativas de pagamentos estão sendo discutidas. “Estamos tentando identificar o perfil da dívida e dos devedores, o que pode ser recuperado, e também formulando novas maneiras de recebimento, como através da prestação de serviços, equipamentos ou percentual nos lucros”.
Silva conta que outra medida é o intensificar o monitoramento sob as empresas. “A contribuição venceu dia 2 e deu dia 10 ainda não foi pago, colocamos um auditor em contato para saber porque não foi quitado e quando será efetuado o pagamento”, informa. “Temos que focar no que interessa, que é a arrecadação, o aposentado precisa ter dinheiro na conta e investir”, complementa.
As novas formas de quitação das dívidas estão no campo das hipóteses, mas Silva garantiu que todas as propostas devem ser concluídas ainda este ano e encaminhadas para o executivo e legislativo.
Em Mato Grosso do Sul, os frigoríficos são campeões de sonegação. “Nós temos muita dificuldade de receber desse setor”, salienta Silva.
Em 19 de novembro, o Campo Grande News, publicou matéria informando que 1,6 mil empresas do Estado estão na lista de devedores do INSS. O maior devedor, na época, era o Frigotel (Frigorífico Três Lagoas Ltda.), com R$ 35,1 milhões. Na lista, dos 20 maiores devedores, 11 são empresas frigoríficas.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
09:09
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)