Cassilândia, Domingo, 22 de Outubro de 2017

Últimas Notícias

30/05/2013 09:00

Índia se matricula em curso de medicina apresentando documento da Funai

TRF1

A 5.ª Turma do TRF da 1.ª Região, de forma unânime, manteve sentença que determinou à Universidade Federal do Maranhão (UFMA) que efetivasse matrícula da impetrante, aprovada no vestibular pelo Sistema de Seleção Unificada (SiSU) para o curso de Medicina, em vaga destinada a indígenas.

A candidata impetrou mandado de segurança para conseguir o direito de efetuar sua matrícula sem a necessidade de apresentação de certidão de nascimento expedida pela Fundação Nacional do Índio (Funai). Ela afirmou que foi aprovada no SiSU e que teve o pedido de matrícula indeferido por não ter apresentado a certidão de nascimento indígena, documento exigido pelo edital do certame.

A relatora do processo, desembargadora federal Selene Maria de Almeida, destacou que, de fato, não caberia à UFMA emitir juízo de valor sobre a veracidade do documento, emitido pela Funai e anexado ao processo como prova, o qual declara ser a candidata indígena. “O documento cumpre a exigência do edital e, não obstante a norma editalícia prever que a condição de indígena deve ser comprovada por meio de certidão de nascimento, tal exigência deve ser interpretada em consonância com a Constituição Federal, de modo a se admitir a aptidão da certidão expedida pela Fundação, cujo conteúdo, apesar de não registrar o nascimento, atesta a condição de indígena da impetrante”, votou.

Processo n.º 0004019-56.2011.4.01.3700/MA

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 22 de Outubro de 2017
Sábado, 21 de Outubro de 2017
10:00
Receita do dia
Sexta, 20 de Outubro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)