Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

13/10/2004 09:36

Identificados fungos que prejudicam produção de uva

Agência Notisa

Há alguns anos os efeitos do vinho para a saúde começaram a ser amplamente estudados. E não são poucos os pesquisadores que defendem a tese de que o consumo moderado da bebida ajuda a combater o entupimento das artérias e, portanto, faz bem ao coração. Essa tese, se for verdadeira, pode fortalecer a economia do Rio Grande do Sul – estado que responde por mais de 95% da produção nacional de vinhos. No entanto, os produtores gaúchos têm enfrentado problemas no cultivo das uvas.

“O número de casos de declínio e morte de videiras têm aumentado de forma acentuada nos últimos anos, causando grande redução de produtividade e de qualidade da uva”, dizem Lucas Garrido e sua equipe, da Embrapa Uva e Vinho, em artigo publicado na revista Fitopatologia Brasileira, na edição de maio-junho de 2004. “Diversas são as causas que podem levar a videira à morte. Tanto as pragas como as doenças quando não controladas adequadamente ocasionam a debilitação progressiva da planta”, explicam.

Diante desse quadro, o grupo coordenado por Garrido decidiu isolar e identificar fungos responsáveis pelo declínio e morte de videiras na Serra Gaúcha, região que engloba cidades como Bento Gonçalves, Caxias do Sul e Garibaldi. Amostras de tronco, ramos, folhas e raízes de mais de 100 plantas foram coletadas e, em seguida, analisadas no Laboratório de Fitopatologia da Embrapa Uva e Vinho.

Os resultados obtidos revelam que, entre as videiras debilitadas, havia mais plantas de tipo americano do que de tipo europeu. No Brasil, as uvas de cultivares americanas são usadas no preparo de vinhos de mesa, enquanto os vinhos finos são fabricados com uvas de cultivares européias.

Os fungos Cylindrocarpon sp. e Verticillium sp. foram os mais freqüentemente encontrados por Garrido e sua equipe nas videiras de cultivares americanas. “A primeira espécie tem sido relatada em países da Europa, Estados Unidos e no Chile como agente causal do ‘pé-preto’ da videira, enquanto Verticillium sp. é causador de murchas vasculares em diversas plantas hospedeiras”, afirmam os pesquisadores no artigo. Eles comentam também que a ocorrência de fungos que afetam raízes não foi muito diferente da de fungos que infectam a parte área das plantas.


Agência Notisa (jornalismo científico - science journalism)

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)