Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

03/05/2005 10:14

IBGE expõe contraste entre riqueza e pobreza em MS

Fernanda Mathias/Campo Grande News

Dados divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) nesta terça-feira revelam que a riqueza e a pobreza estão lado a lado em Mato Grosso do Sul. Se por um lado o Estado tem o 9º maior PIB (Produto Interno Bruto) per capita do País, uma média de R$ 7.902 no ano de 2002, de outro a concentração de renda é muito forte. Prova disso são bolsões de pobreza dividindo espaço com áreas nobres e o alto índice de desemprego.
De 77 municípios (na época ainda não havia sido criado Figueirão), somente cinco concentravam 46,6% do PIB estadual: Campo Grande (27,1%); Dourados (7,7%), Corumbá (4,6%), Três Lagoas (4,5%) e Ponta Porã (R$ 2,8%), de um PIB total de R$ 15,3 bilhões, o 16º maior do País.
Um dos fatores que refletem nesta concentração é a própria base econômica do Estado, na agropecuária. Por isso o governo tenta diversificar as atividades, atraindo indústrias que acabam refletindo em um leque de oportunidades, através do comércio e setor de serviços.
Na distribuição do PIB per capita, que é a mera divisão da riqueza pela população do município, Chapadão do Sul aparece com o maior de todos, R$ 21,7 mil no ano de 2002. Na seqüência vêm Ladário (R$ 21 mil), Alcinópolis (R$ 18,8 mil), São Gabriel do Oeste (R$ 17,6 mil) e Costa Rica (R$ 16,7 mil).
Campo Grande teve em 2002 o PIB per capita de R$ 5.904,00, colocando-o no ranking estadual na 54ª posição. A Capital teve naquele ano riqueza de R$ 4.150.664.000,00, o maior do Estado, terceiro maior do Centro-Oeste, o 15º entre as Capitais e 43º entre os .560 municípios existentes no Brasil em 2002.
Na lista dos 30 municípios com menor PIB não há nenhum de Mato Grosso do Sul. O mais pobre no Estado é Japorã, com R$ 21.127.000,00, distante do primeiro listado entre os 30 menores PIBs da região Centro-Oeste que é Anhanguera (GO) com R$ 3.228.000,00 e também do 30º município que é Sítio D´Abadia (GO), R$ 10.692.000,00.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)