Cassilândia, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

22/02/2005 14:13

Hospitais poderão ajudar na localização de desaparecido

Agência Câmara

O Projeto de Lei 4569/04, de autoria do deputado Carlos Nader (PL-RJ), pode obrigar os estabelecimentos de assistência à saúde, como hospitais psiquiátricos e prontos-socorros, a informar à delegacia mais próxima o nome de pacientes que estejam incapazes de se comunicar.
O objetivo é facilitar a busca e localização de pessoas desaparecidas. "Cada vez mais aumenta o número de pessoas desaparecidas, sem que as autoridades tenham condições de investigar e esclarecer esses acontecimentos. A maioria das famílias atingidas por esse problema pertence às classes menos favorecidas, sem condições, portanto, de resolver esse drama", explica o autor.
Nos casos de impossibilidade de identificação do nome do paciente, os estabelecimentos devem comunicar dados usualmente utilizados para descrição de pessoas, como o sexo, a cor da pele, dos olhos ou dos cabelos e, ainda, eventuais sinais particulares: cicatrizes, queimaduras e tatuagens. A comunicação deve ser feita em até 12 horas após a entrada na instituição.

Tramitação
O projeto tramita em caráter conclusivo e está sendo analisado pela Comissão de Seguridade Social e Família. Depois, seguirá para análise das comissões de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Da Redação/PT

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 11 de Dezembro de 2016
06:04
Fotogaleria
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)