Cassilândia, Quinta-feira, 29 de Outubro de 2020

Últimas Notícias

03/10/2020 09:30

Homem é suspeito de coordenar ataques na internet

Fonte: Polícia Civil do Estado de Goiás

Redação
Homem é suspeito de coordenar ataques na internet

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Cibernéticos (DERCC), prendeu preventivamente nessa terça-feira (29) um homem, de 31 anos de idade, apontado como principal coordenador de diversos ataques DDoS praticados contra empresas de diversos Estados da Federação.

O investigado já havia sido preso pela DERCC, no dia 31 de agosto deste ano, em decorrência da Operação Attack Mestre, realizada pelas Delegacias de Crimes Cibernéticos dos Estados de Goiás e Tocantins, em parceria com o Laboratório de Operações Cibernéticas do Ministério da Justiça, mas atualmente respondia às investigações em liberdade.

Porém, na manhã de ontem, o delegado Claudemir Luiz Ferreira, da Divisão Especializada de Repressão a Crimes Cibernéticos do Tocantins, comunicou à delegada titular da DERCC/PCGO, Sabrina Leles, que havia sido expedido novo mandado de prisão preventiva em desfavor do mesmo investigado. Foram então realizadas diligências que resultaram no cumprimento da prisão preventiva dele.

O preso é proprietário de uma provedora de internet, localizada no Setor Santos Dumont, em Goiânia. Por meio das investigações policiais dos Estados de Goiás e Tocantins, foram levantadas diversas provas que o apontam como suposto responsável e coordenador de vários ataques cibernéticos, nos quais ele se identifica pela alcunha de “Guerreiro”.

Após o cracker “Guerreiro” atacar o sistema de empresas, que também são provedoras de internet, ele exigia o pagamento de valores em bitcoins e somente cessava os ataques após realizado o pagamento. Os ataques de negação de serviço (DDoS) causam grande prejuízo para as empresas vítimas, pois sobrecarregam seu servidor e interrompem o fornecimento de sinal de internet para os clientes das empresas vítimas, o que acaba resultando em perda de muitos clientes das provedoras atacadas.

O empresário preso, além de ser apontado como responsável por realizar ataques virtuais, era o administrador de um grupo de WhatsApp, denominado “Escritório do Guerreiro”, no qual os participantes trocavam experiências e técnicas para realização de Ataques DDoS. Ele agora segue à disposição do Poder Judiciário e será recambiado para o Estado do Tocantins.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 29 de Outubro de 2020
Quarta, 28 de Outubro de 2020
Terça, 27 de Outubro de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)