Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

28/10/2005 09:27

Hemoderivado: Ministério quer garantia de preço justo

Agência Saúde

Ministério da Saúde encaminhará ao Cade (Conselho Administrativo de Direito Econômico), à SDE (Secretaria de Direito Econômico) e, caso solicitado, à Polícia Federal um relatório sobre as últimas quatro licitações de compra do fator de coagulação VIII. Para a pasta, a concorrência vem se mostrando atípica e com preços muito elevados em relação ao esperado. Em leilão realizado nesta quarta-feira, o valor ofertado pelos concorrentes extrapolou em R$ 10 milhões a expectativa de gasto do ministério, o que levou à suspensão do pregão.



A iniciativa objetiva garantir um preço adequado para a compra do medicamento, que auxilia na coagulação do sangue dos hemofílicos. O ministério está tomando essa atitude, pois tem tranqüilidade no abastecimento dos hemocentros. Ontem, por exemplo, foram destinadas 18 milhões de unidades para os 26 Estados e o Distrito Federal.



Em abril, em uma compra emergencial, o ministério obteve o preço de US$ 0,21 por unidade internacional do fator VIII (compra de 30 milhões de unidades). O preço baixou para US$ 0,16 em junho, em um edital para a compra de 54 milhões de unidades. Em setembro, somente duas indústrias se apresentaram para a concorrência, uma não atendeu às condições do edital e a segunda ofertou o medicamento por US$ 0,23 a unidade (72 milhões de unidades), ocasionando a suspensão do pregão. Nesta quarta-feira, o mesmo ocorreu e o preço subiu para US$ 0,24 por unidades. Vale observar que, neste edital, a quantidade de aquisição foi redimensionada, baixando de 72 milhões de unidades para 54 milhões de unidades, como estratégia de ampliar a concorrência. O Ministério da Saúde, como o segundo maior comprador mundial do medicamento e único país que universalizou a sua distribuição, quer a garantia de que a concorrência seja leal para a compra do medicamento.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
11:00
Mundo Fitness
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)