Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

16/01/2007 15:32

Gripe aviária volta a preocupar Ásia

Assim como já aconteceu nos últimos invernos do hemisfério norte, a gripe aviária ganhou força na Ásia, com a confirmação no Japão de seu primeiro foco de H5N1 em animais em três anos e a preocupação com o aumento do número de vítimas humanas na Indonésia.

O vírus também se espalhou por bandos de aves no Vietnã e voltou a ser registrado na Tailândia. Mesmo assim, a Organização Mundial da Saúde (OMS) afirmou que não há nenhuma indicação de que a doença esteja sendo transmitida de pessoa para pessoa, e ressaltou que a reação dos países aos focos tem sido bem melhor que no passado.

"É óbvio que estamos muito preocupados com a possibilidade de esse vírus desenvolver a habilidade de se transmitir entre seres humanos. Não vimos nenhum sinal disso ainda. Estamos torcendo para que fique do jeito que está", disse à Reuters Television em Manila Peter Cordingley, porta-voz da OMS para a região da Ásia e do Pacífico.

"Muitos países saíram-se bem. As defesas são melhores, a reação é melhor, a vigilância é melhor. Mas, se quisermos descrever isso como um jogo de futebol, ainda estamos no primeiro tempo e o vírus está ganhando de 5 a 2."

A preocupação cresceu com a morte de quatro indonésios este ano, que elevou o número de vítimas fatais da gripe aviária para 61 no país — a maior do mundo. "Se houver um aumento, mais hospitais precisam estar preparados. Estamos fazendo um levantamento sobre o que eles precisam", disse Nyoman Kandun, diretor-geral do Ministério da Saúde indonésio para o controle de doenças contagiosas. Ele deu as declarações depois que um médico do hospital Persahabatan, de Jacarta, contou que está lotado de pacientes com sintomas da gripe.

Seis crianças foram liberadas depois que foi constatado que elas não tinham o vírus, mas ainda há três pessoas internadas, e outras três chegaram há pouco tempo. Há o temor de que haja um novo foco na Indonésia, onde uma mulher morreu na quinta-feira da doença, seu filho de 18 anos está infectado e o pai apresenta sintomas. Segundo Kandun, o parentesco entre as vítimas reforça a suspeita de que haja fatores genéticos envolvidos na transmissão da doença.

O Japão confirmou um foco de gripe aviária numa granja no sudoeste do país. Quase 4.000 aves morreram da doença e as autoridades mataram as 8.000 remanescentes no domingo. Os corpos estavam sendo incinerados.

(Reportagem adicional de Ahmad Pathoni e Rolando Ng em Manila e de Miho Yoshikawa em Tóquio)




Terra - Reuters

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)