Cassilândia, Segunda-feira, 21 de Maio de 2018

Últimas Notícias

07/02/2008 13:26

Governo vai reduzir lista de fazendas exportadoras

O governo vai diminuir a relação de fazendas aptas a exportar carne para a União Européia. A nova lista deve servir de base para a inspeção dos países europeus, que chega ao Brasil no dia 25.

A Europa decidiu, no último dia 30, suspender as importações da carne brasileira porque não concordou com a lista de fazendas elaborada pelo governo brasileiro. O bloco previa o cadastramento de 300 propriedades para fornecimento de animais para os frigoríficos, mas na lista enviada pelo Brasil constavam cerca de 2.800 fazendas.

Os certificados de exportações que permitem o embarque para o bloco deixaram de ser emitidos pelo Ministério da Agricultura no dia 1º de fevereiro.

A estratégia dos governos federal e dos estados é antecipar etapas para que o embargo caia o quanto antes. Ficou acertado que o Ministério da Agricultura vai enviar até 15 de fevereiro uma nova lista de fazendas que estão de acordo com o Serviço de Rastreamento do Gado (Sisbov) propriedades que estariam aptas a exportar para a Europa.

Primeira lista
O governo admitiu que a primeira lista com 2,6 mil fazendas continha falhas, mas todas burocráticas, como pendência de documentos de algumas propriedades. A nova relação, segundo o Ministério da Agricultura, vai ser bem menor: terá somente aquelas que preencherem 100% de todos os requisitos, algo em torno de 600 fazendas.

Apesar de 600 ser um número bem menor do que o setor queria, ainda é o dobro do que os europeus esperam. Mas o ministro Reinhold Stephanes está confiante. “Nós acreditamos que se a lista estiver efetivamente com toda a documentação, com todos os comprovantes, ela será levada em mãos; não há motivos para se recusar essa lista. E não temos forma diferente de agir”.

Os estados também acham pequeno o número de fazendas da nova lista, mas concordaram com o procedimento. “Nós temos um prazo até o final desta semana para mandar os laudos das ouvidorias corrigidos para o ministério receber, reavaliar e endossar para a União Européia”, declara o presidente do Conselho Nacional de Secretários de Agricultura, Gilman Viana Rodrigues.

De acordo com o Ministério da Agricultura, as outras duas mil propriedades da primeira lista serão reavaliadas pelo Serviço de Inspeção Sanitária e podem entrar em futuras indicações.



Globo.com

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 21 de Maio de 2018
Domingo, 20 de Maio de 2018
15:18
Cassilândia/Itajá
Sábado, 19 de Maio de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)