Cassilândia, Quinta-feira, 04 de Junho de 2020

Últimas Notícias

28/01/2020 16:30

Governo terá de explicar ao Congresso presença do FBI no Paraguai

Resolução foi aprovada hoje, 40 dias após presidente admitir apoio da polícia norte-americana na luta contra o crime organizado

Campo Grande News

O Poder Executivo do Paraguai tem 15 dias para enviar explicações ao Congresso Nacional sobre a presença naquele país de equipes do FBI, a Polícia Federal norte-america. O projeto de resolução cobrando informações oficiais foi aprovado nesta terça-feira (28) pela Comissão Permanente do Congresso, 40 dias após o presidente paraguaio Mario Abdo Benítez afirmar ter apoio do birô federal de investigações dos Estados Unidos.

No dia 16 de dezembro do ano passado, data em que retornava de viagem oficial aos Estados Unidos, Marito disse que há algum tempo trabalha com o FBI no combate ao crime organizado e lavagem de dinheiro em território paraguaio.

Com forte presença de facções criminosas brasileiras, o Paraguai se tornou o paraíso dos traficantes de armas e de drogas, principalmente na faixa de fronteira com Mato Grosso do Sul. A maconha é produzida na Linha Internacional e a cocaína é trazida da Bolívia em pequenos aviões e depois enviada ao território brasileiro por terra.

Ao retornar da missão aos Estados Unidos, Mario Abdo Benítez disse que o trabalho bilateral para combater crimes transfronteiriços foi um dos temas abordados na agenda com o presidente norte-americano Donald Trump. O mandatário paraguaio negou que a colaboração dos Estados Unidos represente perda da soberania nacional, como denunciou, também em dezembro, o senador paraguaio Sixto Pereira.

Na manhã de hoje, em sessão ordinária, a Comissão Permanente do Congresso aprovou pedido de informações detalhadas sobre a presença de funcionários do FBI e sobre as investigações feitas por policiais norte-americanos no Paraguai.

“O único órgão do Estado que deve autorizar o ingresso de tropas estrangeiras, de funcionários estrangeiros, mesmo sendo forças policiais, é o Congresso”, afirma trecho do documento aprovado nesta terça-feira.

Entre as informações requeridas pelo Congresso, o presidente paraguaio terá de explicar os convênios firmados com os Estados Unidos sobre segurança, narcotráfico e lavagem de dinheiro.

Os congressistas também cobram a lista de acordos de cooperação e protocolos sobre a presença de funcionários do FBI e informações sobre quantos cidadãos norte-americanos ingressaram no Paraguai através desses acordos. O Poder Executivo ainda não se manifestou sobre o assunto.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 03 de Junho de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)