Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

26/03/2004 18:53

Governo quer revitalizar cohabs

Cristina Guimarães / ABr

O governo pretende revitalizar as companhias de habitação (cohabs) para reduzir o déficit habitacional no país. Um convênio foi assinado, no ano passado, entre a Caixa Econômica Federal, o Ministério das Cidades e a Associação Brasileira de Companhias Habitacionais para a reativação das cohabs. O déficit habitacional no Brasil é de cerca de 6,5 milhões de unidades habitacionais. De acordo com levantamento da Fundação João Pinheiro, 85% dos que não têm moradia estão na faixa de renda de até três salários mínimos.

Técnicos da Caixa Econômica Federal e da Associação Brasileira de Companhias Habitacionais discutiram hoje, em Londrina (PR), a situação financeira, administrativa e técnica dessas companhias. A diretora de Produção de Habitação do Ministério das Cidades, Emília Lima, explica que as cohabs, ao longo do tempo, foram perdendo espaço, mas que o governo quer voltar a trabalhar em parceria com elas. “É fundamental que tenhamos agentes multiplicadores e com experiência de trabalho nessa área”, afirma.

Emília Lima informa que algumas companhias habitacionais já estão capacitadas para se tornar agentes promotores de políticas públicas e outras serão agentes financeiros de crédito imobiliário de habitação popular. Ela lembra que o governo vai investir, neste ano, cerca de R$ 7 bilhões em habitação popular. Os recursos são oriundos do Fundo de Garantia do Tempo de Seviço (FGTS), do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) e do Orçamento da União (OGU).

As companhias de habitação são vinculadas aos governos dos estados e municípios. As cohabs foram responsáveis pela construção de 80% das residências para famílias de baixa renda na época em que a política habitacional era executada pelo Banco Nacional da Habitação .

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)