Cassilândia, Quarta-feira, 23 de Maio de 2018

Últimas Notícias

26/03/2004 18:53

Governo quer revitalizar cohabs

Cristina Guimarães / ABr

O governo pretende revitalizar as companhias de habitação (cohabs) para reduzir o déficit habitacional no país. Um convênio foi assinado, no ano passado, entre a Caixa Econômica Federal, o Ministério das Cidades e a Associação Brasileira de Companhias Habitacionais para a reativação das cohabs. O déficit habitacional no Brasil é de cerca de 6,5 milhões de unidades habitacionais. De acordo com levantamento da Fundação João Pinheiro, 85% dos que não têm moradia estão na faixa de renda de até três salários mínimos.

Técnicos da Caixa Econômica Federal e da Associação Brasileira de Companhias Habitacionais discutiram hoje, em Londrina (PR), a situação financeira, administrativa e técnica dessas companhias. A diretora de Produção de Habitação do Ministério das Cidades, Emília Lima, explica que as cohabs, ao longo do tempo, foram perdendo espaço, mas que o governo quer voltar a trabalhar em parceria com elas. “É fundamental que tenhamos agentes multiplicadores e com experiência de trabalho nessa área”, afirma.

Emília Lima informa que algumas companhias habitacionais já estão capacitadas para se tornar agentes promotores de políticas públicas e outras serão agentes financeiros de crédito imobiliário de habitação popular. Ela lembra que o governo vai investir, neste ano, cerca de R$ 7 bilhões em habitação popular. Os recursos são oriundos do Fundo de Garantia do Tempo de Seviço (FGTS), do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) e do Orçamento da União (OGU).

As companhias de habitação são vinculadas aos governos dos estados e municípios. As cohabs foram responsáveis pela construção de 80% das residências para famílias de baixa renda na época em que a política habitacional era executada pelo Banco Nacional da Habitação .

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 23 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Terça, 22 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Segunda, 21 de Maio de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)