Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

04/10/2005 16:27

Governo nega que demissões tiveram motivação política

João Prestes / Campo Grande News

O governo negou que tenha havido motivação política na demissão de dois servidores da Setass (Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Economia Solidária), cujos atos foram publicados hoje no Diário Oficial, e na não readmissão de outro servidor da Fundação de Saúde. As denúncias foram feitas pelos próprios servidores durante coletiva hoje pela manhã, convocada pelos candidatos Saulo Monteiro e Elza Jorge, que disputam os comandos estadual e municipal do PT, respectivamente.

A assessoria da Secoge (Secretaria de Coordenação Geral do Governo) argumentou que “se tratam de medidas de caráter administrativo”, referindo-se à exoneração o superintendente de Administração e Finanças, Osvaldo Pimenta de Abreu e do chefe do almoxarifado da Settass, Aloísio da Cunha. Ambos são ligados ao grupo do deputado federal Antônio Carlos Biffi, que apóia Monteiro e Elza Jorge.

Já com relação ao ex-candidato ao diretório municipal do PT, Américo Soares, que trabalhava na administração da Fundação de Serviços de Saúde, a assessoria da Secoge disse que ele pediu afastamento voluntário para participar das internas e que por contenção de custos o governo não está admitindo ninguém. Américo Soares alega que foi pressionado a apoiar os candidatos Mariano Cabreira e Thaís Helena para ter o emprego de volta.

Procurado para comentar o assunto, o secretário de Trabalho, Assistência Social e Economia Solidária, Sérgio Vanderli, disse que só iria se pronunciar a respeito “depois das 17 horas”.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)