Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

08/06/2007 06:44

Governo libera R$ 3 bi para financiar dívidas rurais

José Carlos Mattedi, da Agência Brasil

O governo lançou uma linha de crédito para ajudar produtores rurais e cooperativas a quitar dívidas com financiadores agrícolas (exportadores, atravessadores e fornecedores de insumo). Operado pelo Banco do Brasil, o Fundo de Financiamento de Recebíveis do Agronegócio (FRA) terá de início um aporte de R$ 3 bilhões. O dinheiro não virá somente dos cofres públicos, mas principalmente da iniciativa privada: bancos, financiadores e os próprios produtores. A informação é do coordenador de Estudos Econômicos da Secretaria de Política Agrícola do Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Régis Alimandro.

Segundo resolução aprovada na última terça-feira (5) pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), os financiamentos só poderão ser contratados por produtores rurais e cooperativas que não tenham restrições legais ou cadastrais impeditivas. Os interessados devem se dirigir a uma agência do Banco do Brasil ou cooperativa de sua localidade. “O BB está preparando os últimos detalhes para viabilizar o mais rápido possível a operação do FRA”, frisa Alimandro.

“Foi uma idéia original. Empresas credoras entram no fundo dando um desconto no pagamento que têm a receber; produtores participam com um pequeno montante e os bancos interessados completam o restante”, explica o coordenador. “É uma aplicação financeira como outra qualquer. Vai viabilizar o pagamento de dívidas”.

Segundo ele, não há números oficiais sobre o endividamento no setor e a quantidade de devedores, mas o problema é mais grave na região Centro-Oeste. As dívidas se avolumaram a partir de 2004, com a desvalorização do dólar e a queda internacional dos preços de produtos como soja, milho e algodão.

Pelas regras aprovadas pelo CMN, o produtor poderá financiar até 100% do valor da dívida, pagando a Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP), fixada atualmente em 6,5% ao ano, mais uma taxa efetiva de 5% ao ano.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)