Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

01/08/2012 10:46

Governo do Mato Grosso do Sul institui a "Semana e o Dia da Agricultura Familiar”

Cristiane Sandim, Novo Tempo

Campo Grande (MS) - O Diário Oficial do Estado desta terça-feira (31) trouxe a publicação da Lei n.º 4.231, que instituiu a Semana Estadual e também o Dia da Agricultura Familiar a ser comemorada, anualmente, no mês de julho, durante a semana do dia 24, data que oficialmente foi criada a Lei da Agricultura Familiar.

\"É uma notícia que vamos comemorar com muito trabalho, haja vista que estamos às vésperas do lançamento do Plano Safra 2012/2013 em Mato Grosso do Sul”, enfatiza o secretário-executivo do Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável (Cedrs/MS), órgão vinculado a Secretaria de Produção (Seprotur), Carlos Roberto Gonçalves, se referindo ao evento com a presença do ministro do Ministério do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas, no próximo dia 21 na Capital.

A representatividade da agricultura familiar em Mato Grosso do Sul é grande. São aproximadamente 70 mil agricultores familiares distribuídos em todas as regiões do Estado; e o grupo tem importância social e econômica, pois gera ocupações produtivas e é responsável por mais de 70% dos alimentos básicos que chegam a mesa dos consumidores (mandioca, feijão, ovos, por exemplo).

Atualmente, integram o CEDRS/MS mais de 30 instituições e órgãos da agricultura familiar, entre os quais: Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário, da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo (Seprotur); Secretaria de Estado de Meio Ambiente, do Planejamento, da Ciência e Tecnologia (Semac); Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer); Central de Abastecimento (Ceasa/MS); Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro); Companhia Nacional de Abastecimento (Conab/MS); Delegacia Federal do Desenvolvimento Agrário (DFDA/MS); Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa CPAO); Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB/MS); Federação da Agricultura Familiar (FAF/MS); Federação de Agricultura e Pecuária do MS (Famasul); Federação dos Trabalhadores na Agricultura do MS (Fetagri/MS); Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra/MS); Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de MS (Sebrae/MS); Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar – AR/MS); Sindicato e Organização das Cooperativas Brasileiras no MS (OCB/MS); Sindicato dos Trabalhadores em Instituições de Extensão Rural, Pesquisa, Assistência Técnica, Serviços Agropecuários (Sinterpa); Superintendência do Banco do Brasil S.A.; Superintendência Federal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento no Estado de MS (SFA); Território da Cidadania da Grande Dourados; Território da Cidadania da Reforma; Território da Cidadania do Vale do Ivinhema; Território da Cidadania do Cone Sul; Assembleia Legislativa; Associação dos municípios de MS (Assomasul); Associação das Mulheres Trabalhadoras Rurais de MS (AMTR-MS); Centro de Organização e Apoio aos Assentados de MS (COAAMS); Comissão Pastoral da Terra (CPT); Conselho Estadual dos Direitos do Índio (CEDIN/MS); Coordenação das Comunidades Negras Rurais Quilombolas do MS (CONERQ/MS); Central Única dos Trabalhadores de MS (CUT/MS); Representante da Fundação Nacional do Índio (FUNAI); Representante das Associações de Produtores Beneficiários do Crédito Fundiário e do Banco da Terra; Representante dos Conselhos Municipais de Desenvolvimento Rural Sustentável (CMDRS); e Representante dos Movimentos dos Trabalhadores Sem-Terra (MST).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)