Cassilândia, Sábado, 26 de Maio de 2018

Últimas Notícias

01/08/2012 10:46

Governo do Mato Grosso do Sul institui a "Semana e o Dia da Agricultura Familiar”

Cristiane Sandim, Novo Tempo

Campo Grande (MS) - O Diário Oficial do Estado desta terça-feira (31) trouxe a publicação da Lei n.º 4.231, que instituiu a Semana Estadual e também o Dia da Agricultura Familiar a ser comemorada, anualmente, no mês de julho, durante a semana do dia 24, data que oficialmente foi criada a Lei da Agricultura Familiar.

\"É uma notícia que vamos comemorar com muito trabalho, haja vista que estamos às vésperas do lançamento do Plano Safra 2012/2013 em Mato Grosso do Sul”, enfatiza o secretário-executivo do Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável (Cedrs/MS), órgão vinculado a Secretaria de Produção (Seprotur), Carlos Roberto Gonçalves, se referindo ao evento com a presença do ministro do Ministério do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas, no próximo dia 21 na Capital.

A representatividade da agricultura familiar em Mato Grosso do Sul é grande. São aproximadamente 70 mil agricultores familiares distribuídos em todas as regiões do Estado; e o grupo tem importância social e econômica, pois gera ocupações produtivas e é responsável por mais de 70% dos alimentos básicos que chegam a mesa dos consumidores (mandioca, feijão, ovos, por exemplo).

Atualmente, integram o CEDRS/MS mais de 30 instituições e órgãos da agricultura familiar, entre os quais: Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário, da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo (Seprotur); Secretaria de Estado de Meio Ambiente, do Planejamento, da Ciência e Tecnologia (Semac); Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer); Central de Abastecimento (Ceasa/MS); Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro); Companhia Nacional de Abastecimento (Conab/MS); Delegacia Federal do Desenvolvimento Agrário (DFDA/MS); Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa CPAO); Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB/MS); Federação da Agricultura Familiar (FAF/MS); Federação de Agricultura e Pecuária do MS (Famasul); Federação dos Trabalhadores na Agricultura do MS (Fetagri/MS); Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra/MS); Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de MS (Sebrae/MS); Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar – AR/MS); Sindicato e Organização das Cooperativas Brasileiras no MS (OCB/MS); Sindicato dos Trabalhadores em Instituições de Extensão Rural, Pesquisa, Assistência Técnica, Serviços Agropecuários (Sinterpa); Superintendência do Banco do Brasil S.A.; Superintendência Federal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento no Estado de MS (SFA); Território da Cidadania da Grande Dourados; Território da Cidadania da Reforma; Território da Cidadania do Vale do Ivinhema; Território da Cidadania do Cone Sul; Assembleia Legislativa; Associação dos municípios de MS (Assomasul); Associação das Mulheres Trabalhadoras Rurais de MS (AMTR-MS); Centro de Organização e Apoio aos Assentados de MS (COAAMS); Comissão Pastoral da Terra (CPT); Conselho Estadual dos Direitos do Índio (CEDIN/MS); Coordenação das Comunidades Negras Rurais Quilombolas do MS (CONERQ/MS); Central Única dos Trabalhadores de MS (CUT/MS); Representante da Fundação Nacional do Índio (FUNAI); Representante das Associações de Produtores Beneficiários do Crédito Fundiário e do Banco da Terra; Representante dos Conselhos Municipais de Desenvolvimento Rural Sustentável (CMDRS); e Representante dos Movimentos dos Trabalhadores Sem-Terra (MST).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 25 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Quinta, 24 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)