Cassilândia, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

09/07/2015 12:50

Governo divulga nota de esclarecimento sobre operação da Polícia Federal

Antonio Marques, Campo Grande News

O governo de Mato Grosso do Sul divulgou no final da manhã de hoje, 9, nota de esclarecimentos sobre a operação “Lama Asfáltica”, realizada desde o início do dia pela Polícia Federal, Receita Federal e Controladoria Geral da União, contra um esquema de empreiteiras que deu prejuízo de ao menos R$ 11 milhões dos cofres públicos. De acordo com a PF, a organização criminosa era “especializada em desviar recursos públicos, inclusive federais”.

A nota do Governo esclarece que a operação refere-se a inquérito policial relativo ao ano passado, portanto, relativo ao governo de André Puccinelli (PMDB), “não tendo relação com o atual Governo.” Segundo a nota, os servidores investigados foram suspensos de suas funções por ordem judicial e o Governo vai tomar providências administrativas cabíveis para esclarecer os fatos.

Em relação a presença dos federais na Secretaria de Infraestrutura e Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) contou com a colaboração do Governo, que se colocou à disposição da Polícia Federal e demais órgãos para apoiar a operação.

O Governo do Estado disse na nota que vai acompanhar a evolução da operação e reafirmou o compromisso com o esclarecimento dos fatos e a transparência das informações.

Veja a íntegra da nota:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

O Governo do Estado de Mato Grosso do Sul esclarece, acerca das operações realizadas hoje (09), pela Polícia Federal, Receita Federal e Controladoria Geral da União, os seguintes pontos:

1) Os mandados de busca e apreensão expedidos no último dia 02 se referem a inquérito policial relativo ao ano de 2014, portanto, à gestão anterior, não tendo relação com o atual Governo;

2) A diligência realizada na sede da Secretaria de Infraestrutura, onde também funciona a Agesul, contou com a colaboração do Governo, que está totalmente à disposição para apoiar a Polícia Federal, a Justiça e os demais órgãos envolvidos;

3) Os funcionários investigados foram suspensos de suas funções por ordem judicial e o Governo vai tomar todas as providências administrativas cabíveis para averiguar os fatos e garantir a lisura de todos os procedimentos realizados pelo órgão;

4) Por fim, o Governo do Estado vai acompanhar a evolução das apurações, reafirmando seu compromisso com o esclarecimento dos fatos e a transparência das informações.

Governo do Estado do Mato Grosso do Sul

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)